Home » Sociedade » Seguran√ßa » Detidos quando furtavam embarca√ß√Ķes da GNR
Detidos quando furtavam embarca√ß√Ķes da GNR

Detidos quando furtavam embarca√ß√Ķes da GNR

A Unidade de Controlo Costeiro (UCC) da GNR, deteve esta madrugada dois homens de nacionalidade estrangeira, que se preparavam¬† para furtar duas embarca√ß√Ķes de alta velocidade (EAV), no cais de atraca√ß√£o do Subdestacamento de Controlo Costeiro de Vila Real de Santo Ant√≥nio no Algarve.

Os dois suspeitos, encapuzados, foram detetados pelas 04H00 por militares da Equipa Mar√≠tima do Subdestacamento de Controlo Costeiro de Vila Real de Santo Ant√≥nio, quando entraram no cais de atraca√ß√£o, contornando a veda√ß√£o e dirigindo-se no imediato a duas embarca√ß√Ķes, utilizadas para patrulhamento e interce√ß√£o. Equipados com ferramentas, os mesmos come√ßaram de imediato a atuar nos motores e canh√Ķes de igni√ß√£o, no sentido de os colocar em funcionamento, com o intuito de furtar os meios mar√≠timos ao servi√ßo da GNR.

A pronta intervenção dos militares da UCC, permitiu deter dois suspeitos, tendo um colaborado com as ordens verbais dos militares, cessando de imediato os seus movimentos, e outro encetado a fuga a nado, acabando por ser intercetado pouco depois, ainda próximo do Cais.

Considerando o modus operandi utilizado, existem fortes suspeitas da rela√ß√£o dos indiv√≠duos detidos com outras situa√ß√£o an√°logas, relacionadas com o furto de embarca√ß√Ķes em cais pertencentes √†s for√ßas de seguran√ßa. Desde o in√≠cio de 2023, a GNR detetou tr√™s tentativas de furto de embarca√ß√Ķes, tendo sido concretizadas tr√™s deten√ß√Ķes. Estas tentativas de furto est√£o em grande parte relacionadas com a interven√ß√£o da UCC no combate √†s redes de criminalidade internacional de estupefacientes por via mar√≠tima e que, desde o in√≠cio do ano, permitiu proceder √† apreens√£o de seis EAV e cerca de cinco toneladas de Haxixe.

Segundo a nota da GNR, os dois homens com 23 e 24 anos de idade, permanecem detidos para serem presentes no Tribunal Judicial de Vila Real de Santo António.

Partilhe:

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

*

*

Comment moderation is enabled. Your comment may take some time to appear.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como s√£o processados os dados dos coment√°rios.