Home | Sociedade | Notícia* | Dia Aberto da Fundação Eugénio Almeida em Évora
Dia Aberto da Fundação Eugénio Almeida em Évora

Dia Aberto da Fundação Eugénio Almeida em Évora

A Fundação Eugénio de Almeida promove a 1, 2 e 3 de outubro, a 9ª edição do seu Dia Aberto, com um convite à comunidade eborense e aos seus visitantes para participarem num conjunto de atividades gratuitas, concebidas para dar a conhecer os espaços, as equipas e os projetos educativos, culturais e de desenvolvimento social que promove.

A iniciativa, enquadrada no Dia Europeu de Fundações e Doadores, que se celebra no dia 1 de outubro, “pretende fortalecer os laços que ligam a Fundação Eugénio de Almeida à cidade de Évora e à região”, conforme explica D. Francisco José Senra Coelho, Presidente do Conselho de Administração. E acrescenta: “É um momento especial de proximidade e de partilha com a comunidade, que permite aprofundar o conhecimento sobre o projeto singular criado por Vasco Maria Eugénio de Almeida, há 58 anos; um projeto institucional de filantropia, de serviço à comunidade que continua vivo e ativo, profundamente comprometido com a promoção do bem comum”.

Este ano, a programação faz-se de estórias e com a História. Os fios da memória histórica cruzam-se com as múltiplas possibilidades das estórias contadas por quem as sabe contar. No campo, no Enoturismo Cartuxa, no Mosteiro de Santa Maria Scala Coeli, no Centro de Arte e Cultura, no Páteo de São Miguel ou no Centro de Inovação Social será possível encontrar, por estes dias, fios de narrativas que cada um poderá seguir a seu gosto, com música ou com exposições, com encontros ou com apresentações, com objetos ou com projetos.

Durante três dias de celebração e festa, será possível encontrar inúmeras propostas culturais, nas quais se incluem momentos especiais de encontro com a música. Assim, numa analogia à Missa Cantada, o Coral Évora irá fazer-se ouvir a cappella no Mosteiro de Santa Maria Scala Coeli, sábado ao final da tarde, num concerto imperdível que, desconstruindo o conceito de palco, evoca os rituais e a memória musical dos Monges Cartuxos. Já o concerto de Mário Lucio & Os Novos Crioulos terá lugar sábado à noite, no Páteo de São Miguel, demonstrando a modernidade, poesia e originalidade que emprestam à música tradicional cabo-verdiana. Destaca-se igualmente a Trilogia da Casa, um concerto intimista de Carlos Leitão, feito de fado tradicional e contemporâneo, a realizar-se domingo, às 18h00. Este é um projeto apoiado pela Medida de Apoio à Comunidade Artística no âmbito do Fundo Financeiro Extraordinário da Fundação Eugénio de Almeida.

Neste Dia Aberto serão também realizadas diversas visitas guiadas com curadores e artistas às exposições patentes no Centro de Arte e Cultura, mas também ao Enoturismo Cartuxa, que oferece a oportunidade de participar numa prova de vinhos e azeite; e, ainda, ao conjunto arqueológico da Herdade das Murteiras, com o arqueólogo Manuel Calado, antecedendo um convite à exploração noturna da esfera celeste à vista desarmada, orientada pela associação Dark Sky Alqueva. Existe também a possibilidade de desfrutar de inúmeras visitas livres ao património e equipamentos culturais da Fundação Eugénio de Almeida, como o Arquivo e Biblioteca Eugénio de Almeida, a Coleção de Carruagens, o Paço de São Miguel, o Jardim das Casas Pintadas, o Centro de Arte e Cultura e o Mosteiro de Santa Maria Scala Coeli.

Como é habitual, a programação do primeiro dia desta edição do Dia Aberto será especialmente dedicada à comunidade escolar, com propostas de oficinas de temáticas diversificadas, em torno do voluntariado ambiental, do empreendedorismo social, do património, e também da arte contemporânea, a partir das exposições Santuários, de Renée Gagnon, Alter(ação) e Do Outro Lado – a coleção ibero-americana do MEIAC, patentes no Centro de Arte e Cultura. Destaca-se ainda a sessão de cinema para crianças, que exibirá o filme As Coisas Lá de Casa, de José Miguel Ribeiro, o qual apresenta vinte e seis histórias cantadas em plasticina, adequado a crianças a partir dos 3 anos.

Devido ao atual contexto pandémico, as medidas preventivas de higiene, segurança e distanciamento social serão asseguradas em todas as atividades, sendo por essa razão necessária a inscrição prévia, excetuando-se as visitas livres ao património e equipamentos culturais.

Partilhe:

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

*

*

Comment moderation is enabled. Your comment may take some time to appear.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.