Home » Economia » Empresas » Diretiva europeia dos atrasos de pagamento sem impacto em Portugal!

Diretiva europeia dos atrasos de pagamento sem impacto em Portugal!

Dados do índice de risco 2014, elaborado pela Intrum Justitia, revelam que um ano após a entrada em vigor da diretiva europeia dos atrasos de pagamento, apenas 65% das empresas portuguesas conhecem esta lei, um cenário preocupante quando 84% das empresas nacionais tem problemas de liquidez devido aos atrasos de pagamento, 70% espera uma redução dos lucros e 66% não irão sentir crescimento dos seus negócios.

‚ÄúEmbora a diretiva seja mais conhecida, 65% comparativamente com 42% do ano anterior, 65% das empresas ainda acredita que esta n√£o teve grande impacto nos prazos de pagamento‚ÄĚ, revela Lu√≠s Salvaterra CEO da Intrum Justitia.

Dos inquiridos, 52% acredita que seria bastante positiva a aplicação desta lei aos consumidores.

O √ļltimo relat√≥rio da Intrum Justitia revela que a percentagem de facturas pagas ap√≥s os 90 dias √© de 27%, valor id√™ntico ao montante dos anos anteriores. Na verdade, Portugal √© um dos pa√≠ses da Europa com o prazo m√©dio de pagamento mais longos da Europa com 83 dias nas empresas, 60 dias nos consumidores e 129 dias no que respeita √†s entidades p√ļblicas.

Para Luis Salvaterra, ‚ÄúH√° um ligeiro otimismo no setor empresarial, em Portugal, mas as empresas portuguesas acreditam que o risco de n√£o pagamento aumentar√° nos pr√≥ximos 12 meses. N√£o podemos esquecer que os incobr√°veis aumentaram 10 mil milh√Ķes de Euros nos √ļltimos 12 meses. Se a n√≠vel europeu todas as empresas, sector p√ļblico e os consumidores tivessem pago as suas faturas, na √≠ntegra, o dinheiro economizado em perdas equivaleria a uma inje√ß√£o de capital nas empresas de mais de 360 mil milh√Ķes em toda a Europa‚ÄĚ.

Partilhe:
Dados do √≠ndice de risco 2014, elaborado pela Intrum Justitia, revelam que um ano ap√≥s a entrada em vigor da diretiva europeia dos atrasos de pagamento, apenas 65% das empresas portuguesas conhecem esta lei, um cen√°rio preocupante quando 84% das empresas nacionais tem problemas de liquidez devido aos atrasos de pagamento, 70% espera uma redu√ß√£o dos lucros e 66% n√£o ir√£o sentir crescimento dos seus neg√≥cios. ‚ÄúEmbora a diretiva seja mais conhecida, 65% comparativamente com 42% do ano anterior, 65% das empresas ainda acredita que esta n√£o teve grande impacto nos prazos de pagamento‚ÄĚ, revela Lu√≠s Salvaterra CEO da Intrum…

Review Overview

User Rating: 4.8 ( 1 votes)

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

*

*

Comment moderation is enabled. Your comment may take some time to appear.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como s√£o processados os dados dos coment√°rios.