Home | Sociedade | Notícia* | e-commerce Internacional: Reclamações crescem 94%
e-commerce Internacional: Reclamações crescem 94%

e-commerce Internacional: Reclamações crescem 94%

Os níveis de confiança nas plataformas de e-commerce internacionais, têm registado baixos índices de satisfação, denunciadas pelos consumidores no Portal da Queixa. Em causa, estão as más experiências na recepção das encomendas e o difícil acesso aos canais de apoio aos clientes.

Shein, Wish, AliExpress e Amazon são as entidades que originaram mais queixas em 2021, com um crescimento de reclamações na ordem dos 94%. Atrasos ou problemas com a entrega das encomendas são o principal motivo de reclamação dos consumidores portugueses.

Entre os dias 01 janeiro e 31 de julho de 2021, o Portal da Queixa recebeu um total de 997 reclamações dirigidas a marketplaces internacionais, um crescimento de 94% face ao período homólogo. De 01 de janeiro de 2020 até 31 de julho de 2020, foram registadas apenas 515 reclamações na maior rede social de consumidores de Portugal.

A análise revela que, este ano, os marketplaces internacionais mais reclamados pelos consumidores portugueses são: Shein (417 queixas), Wish (190), AliExpress (168) e Amazon (104), sendo que, estas quatro entidades reuniram 88% do total de reclamações registado no período em análise. Comparativamente com o ano anterior, as marcas AliExpress, Amazon e MiniIntheBox foram as marcas que registaram o maior volume de crescimento: 137%; 136% e 200%, respetivamente.

Pedro Lourenço, CEO & Founder do Portal da Queixa by Consumers Trust adverte: “Aquilo que à partida, parece ser mais um benefício da globalização digital – pelo fácil acesso a produtos de vestuário, tecnologia e eletrónica, com descontos consideráveis e raramente disponíveis em lojas físicas no território nacional -, nem sempre resulta num bom negócio para uma grande parte dos compradores em Portugal.

Partilhe:

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

*

*

Comment moderation is enabled. Your comment may take some time to appear.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.