Home | Cultura | Teatro | É ou não é? Pode ser? no Pinhal Novo pelo Teatro Puzzle
É ou não é? Pode ser? no Pinhal Novo pelo Teatro Puzzle

É ou não é? Pode ser? no Pinhal Novo pelo Teatro Puzzle

O Auditório Municipal do Pinhal Novo, recebe a 29 de janeiro, às 21h30, o espetáculo “É ou não é? Pode ser?”, pelo Teatro Puzzle, grupo de teatro da APPACDM – Associação Portuguesa de Pais e Amigos do Cidadão Deficiente Mental de Setúbal.

A peça, para maiores de 12 anos, tem texto de Eduardo de Fillipo (Arte da Comédia) e adaptação e encenação de Tânia Alexandre.

Integram o elenco Rui Gomes, Mário Oliveira, Artur Santos, Diogo Barroso, José Gomes, Rita Santos, Fernando Barranha, Carla Oliveira, Vânia Encarnação, Pedro Moura, Sandra Paula, Nuno Sanches e Pedro Silva.

O espetáculo conta com o apoio da Câmara Municipal de Palmela e a bilheteira funcionará no sistema de caixa solidária.

Sinopse

«Os atores são sempre homens originais, extravagantes, um tanto loucos, mas boa gente… Se nos fazem perder tempo, em compensação, ganha-se um bom bocado de bom humor. Onde está?

O Presidente da Câmara, acabado de chegar a esta cidade, toma posse de uma Câmara velha e poeirenta, no seu estado físico e na sua forma de governar. Aconselhado pelos seus três Secretários, abre a porta para grandes entidades da cidade (uma médica, uma madre e uma professora), mas recebe uma primeira visita inesperada. Oreste Campese, ator e encenador do “Barracão”, precisa de ajuda de sua excelência. Contudo, entre ambos, acende-se um verdadeiro debate de ideias entre a pertinência, seriedade da arte de representar e as suas envolventes.

E a verdadeira questão coloca-se: será que o teatro não passa de “palhaçadas”? Ou trata-se de factos reais, casos cruéis, trágicos, grotescos, acontecimentos a sério, recolhidos e anotados? Será que no teatro podemos espelhar a realidade ou não? E se, naquela cadeira, um de cada vez, viessem tomar o lugar também os meus atores? Será que o Presidente irá saber distinguir o ator da realidade?».

Partilhe:

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

*

*

Comment moderation is enabled. Your comment may take some time to appear.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.