Home » Sa√ļde » √Č Portuguesa a M√°scara que inativa o SARS-CoV-2
√Č Portuguesa a M√°scara que inativa o SARS-CoV-2
√Č Portuguesa a M√°scara que inativa o SARS-CoV-2

√Č Portuguesa a M√°scara que inativa o SARS-CoV-2

A cooperação dos setores, empresarial, científico e académico, resultou na criação da máscara MOxAdTech que inativa o vírus SARS-CoV-2, destacando-se com esta inovação tecnológica, que vem melhorar a confiança dos utilizadores.

A m√°scara superou com sucesso os testes realizados pelo Instituto de Medicina Molecular Jo√£o Lobo Antunes (iMM), que a tornam na primeira m√°scara com capacidade de inativar o v√≠rus que causa a COVID-19. Totalmente ‚Äúmade in Portugal‚ÄĚ, o inovador projeto de coopera√ß√£o entre a comunidade empresarial, acad√©mica e cient√≠fica para o desenvolvimento de uma m√°scara reutiliz√°vel de elevado desempenho tinha j√° o comprovativo de prote√ß√£o microbiana, acrescentando agora a capacidade do tecido de inativar o v√≠rus SARS-CoV-2, agente que provoca a COVID-19.

A MOxAd-Tech, que resultou inicialmente da cooperação entre a fabricante Adalberto, a retalhista de moda MO da Sonae Fashion, o iMM, o centro tecnológico CITEVE, e a Universidade do Minho assume-se, assim, como a primeira máscara que inativa o vírus SARS-CoV-2. Este
projeto pretende, desde a primeira hora, refor√ßar a prote√ß√£o pessoal na atual situa√ß√£o de pandemia, tornando acess√≠vel o vestu√°rio t√©cnico ao maior n√ļmero de pessoas poss√≠vel.

Os testes realizados pelo iMM permitem aferir a eficácia da máscara MOxAd-Tech na inativação da COVID-19. A máscara beneficia de um revestimento inovador que neutraliza o vírus SARSCoV-2 quando este entra em contacto com o tecido, efeito que se mantém mesmo depois da realização de 50 lavagens. Como resultado, a máscara oferece um elevado nível de proteção adicional, uma vez que tem a capacidade de inativar o vírus.

Pedro Simas, investigador e virologista do iMM, coordenou os testes que qualificam o tecido como tendo propriedades anti-virais e afirma que ‚ÄúDe forma simplificada, estes testes consistem na an√°lise do tecido ap√≥s o contacto com uma solu√ß√£o que cont√©m uma determinada quantidade de v√≠rus, cuja viabilidade se mede ao longo do tempo. Os testes √† m√°scara MOxAdtech revelaram uma inativa√ß√£o eficaz do SARS-CoV-2 mesmo ap√≥s 50 lavagens, onde se observou uma redu√ß√£o viral de 99% ao fim de uma hora de contacto com o v√≠rus, de acordo com os par√Ęmetros de testes indicados na norma internacional ISO18184:2019.‚ÄĚ

Desenvolvidas em têxtil técnico com várias camadas distintas, as máscaras são repelentes à água e confortáveis, facilitando a sua utilização. Outra das grandes vantagens deste produto inovador é o facto de ser reutilizável, permitindo proteger não só os seus utilizadores, mas também o ambiente, uma vez que minimiza a produção diária de resíduos e, consequentemente, elimina potenciais focos de contaminação.

As máscaras MOxAdTech com esta inovadora tecnologia, encontram-se, desde abril, disponíveis, nas lojas da marca MO e no seu canal online em www.moonline.com. Está também disponível em lojas Continente e Well’s.

Este é um projeto aberto à comunidade, estando disponível para ser distribuído por outras insígnias e retalhistas em Portugal e no exterior.

Partilhe:

One comment

  1. Roberto Moreno

    √Č portugu√™s e brasileiro – o criador do Youtube, Google, Facebook e Amazon, como ferramentas de defesa e promo√ß√£o da l√≠ngua portuguesa, a partir de 1-1-1992, quando veio a Portugal, no √Ęmbito de uma investiga√ß√£o para uma tese de doutoramento sobre qual ser√° a l√≠ngua do futuro. Roberto Moreno, da Funda√ß√£o Geol√≠ngua, tamb√©m criou e registrou na SPA, in√ļmeros projetos, sendo, um deles um novo conceito, pioneiro de economia solidaria e autossustent√°vel – o projeto Endoeconomia (ver no Google) Tudo est√° a ser apresentado √†s universidades, escolas, governo, MP, Tribunais, Policias e, a imprensa portuguesa – h√° tr√™s d√©cadas, mas, por ter nacionalidade, tamb√©m brasileira, este cientista est√° a ser ignorado, boicotado e roubado em Portugal, com total conhecimento dos citados, e que – permanecem em sil√™ncio. – Porque ser√°??

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

*

*

Comment moderation is enabled. Your comment may take some time to appear.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como s√£o processados os dados dos coment√°rios.