Home » Ci√™ncia & Tecno » Estudo alerta para o estado das redes alimentares
Estudo alerta para o estado das redes alimentares
Estudo alerta para o estado das redes alimentares

Estudo alerta para o estado das redes alimentares

O Estudo internacional que integra investigadores da Universidade de Coimbra, alerta que as redes tróficas naturais que estão em perigo, depois de reavaliado o estado das redes alimentares no planeta.

N√£o √© s√≥ o clima que est√° a mudar, mas a parte viva do nosso planeta tamb√©m est√° a ser rapidamente modificada pela a√ß√£o humana, dando corpo a um conjunto de Altera√ß√Ķes Biol√≥gicas Globais.

O alerta é de três investigadores da Universidade de Coimbra (UC), da Oregon State University (USA) e do Instituto Mediterráneo de Estudios Avanzados (CSIC-UIB, Espanha), num artigo científico publicado hoje na Web Ecology.

Neste trabalho, os investigadores recolheram evid√™ncias ¬ęincontorn√°veis¬Ľ de que essas altera√ß√Ķes biol√≥gicas ¬ęn√£o afetam apenas algumas esp√©cies isoladas, mas que simplificam redes alimentares inteiras, amea√ßando a persist√™ncia das comunidades biol√≥gicas naturais a longo prazo. Devemos tomar medidas urgentes para proteger a integridade das cadeias tr√≥ficas naturais, sob o risco de empurrarmos rapidamente ecossistemas inteiros para fora dos seus limites de seguran√ßa¬Ľ, afirma Ruben Heleno, coautor do artigo e investigador do Centre for Functional Ecology ‚Äď Science for People & the Planet da Faculdade de Ci√™ncias e Tecnologia da Universidade de Coimbra (FCTUC).

De referir que h√° quase tr√™s d√©cadas, 1.700 cientistas emitiram um primeiro aviso √† humanidade, alertando para a necessidade de proteger a ‚Äúrede de interdepend√™ncias entre seres vivos (‚Ķ) cujas intera√ß√Ķes e din√Ęmicas apenas em parte compreendemos‚ÄĚ. Desde ent√£o, cientistas de todo o mundo abra√ßaram completamente esta miss√£o de descobrir as regras que regem a forma√ß√£o, funcionamento e resili√™ncia das complexas redes de intera√ß√Ķes biol√≥gicas que em √ļltima an√°lise suportam a vida na Terra.

Recentemente, um segundo aviso foi emitido e assinado por mais de 15.000 cientistas de 187 pa√≠ses declarando que ‚Äúpara prevenir a mis√©ria generalizada e uma catastr√≥fica perda de biodiversidade, a humanidade n√£o pode seguir na atual trajet√≥ria de business as usual e deve enveredar por uma alternativa mais sustent√°vel‚ÄĚ.

No estudo agora publicado, explica Ruben Heleno, ¬ęadotamos uma vis√£o mais alargada de biodiversidade e reavaliamos o estado das redes alimentares no mundo, a sua capacidade de resistir face a amea√ßas externas, e sobre a capacidade de detetarmos sinais de alerta que nos avisem sobre o eventual colapso das redes tr√≥ficas naturais¬Ľ.

As evid√™ncias, prossegue, ¬ęmostram que a maioria dos motores das altera√ß√Ķes globais, como por exemplo o aumento da temperatura, as invas√Ķes biol√≥gicas, perda de biodiversidade, fragmenta√ß√£o de habitat, e sobre-explora√ß√£o, tendem a simplificar as redes tr√≥ficas, concentrando os fluxos de mat√©ria e energia na natureza atrav√©s de menos vias, amea√ßando a persist√™ncia das comunidades biol√≥gicas no longo prazo. Ainda mais preocupantes, s√£o as observa√ß√Ķes que mostram que comunidades inteiras podem passar rapidamente de elevados n√≠veis de diversidade para comunidades totalmente empobrecidas, onde apenas algumas esp√©cies se mant√™m, com poucos ou nenhuns sinais de alerta¬Ľ.

O investigador da UC salienta ainda que, ¬ęde um modo geral, a melhor evid√™ncia mostra claramente que para al√©m de termos de enfrentar o desafio das altera√ß√Ķes clim√°ticas e de contrariar a tend√™ncia de extin√ß√£o de esp√©cies amea√ßadas, precisamos igualmente de enfrentar o desafio de travar as altera√ß√Ķes biol√≥gicas globais e especificamente de proteger as redes alimentares na natureza, ou arriscamo-nos a assistir ao colapso de ecossistemas inteiros¬Ľ. Em simult√Ęneo, nota Ruben Heleno, ¬ęprecisamos de perceber melhor os potenciais efeitos sinerg√≠sticos ou atenuadores entre os motores das altera√ß√Ķes clim√°ticas e biol√≥gicas. Aqui, destacamos os principais desafios √† conserva√ß√£o das redes alimentares na natureza e os avan√ßos recentes que nos podem ajudar enfrentar esses desafios¬Ľ.

Partilhe:

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

*

*

Comment moderation is enabled. Your comment may take some time to appear.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como s√£o processados os dados dos coment√°rios.