Home » Sa√ļde » Existem cerca 1 milh√£o de diab√©ticos em Portugal
Existem cerca 1 milhão de diabéticos em Portugal
O Dia Mundial da Diabetes celebra-se a 14 de novembro

Existem cerca 1 milhão de diabéticos em Portugal

A Sociedade Portuguesa de Oftalmologia volta a alertar para o facto da retinopat√≠a diab√©tica ser uma das complica√ß√Ķes mais frequentes desta doen√ßa.

Segundo dados do Observatório Nacional da Diabetes, existem cerca 1 milhão de diabéticos em Portugal, entre os 20 e os 79 anos de idade, 44% dos quais não diagnosticados, doentes que não têm a noção que sofrem desta doença.

A retinopatia diab√©tica √© sem d√ļvida uma das complica√ß√Ķes mais temidas pelos doentes, pois pode levar √† perda de um dos sentidos mais nobres do ser humano: a vis√£o.

A diabetes j√° √© considerada a primeira pandemia do s√©culo XXI e um dos mais s√©rios problemas de sa√ļde p√ļblica dos tempos modernos. De acordo com a Federa√ß√£o Internacional de Diabetes, estima-se que em 2013 existissem 382 milh√Ķes de diab√©ticos, o que corresponde a cerca de 8.3% da popula√ß√£o mundial. Prev√™-se um r√°pido crescimento nos pr√≥ximos anos e, se nenhuma a√ß√£o for desenvolvida contrariar esta tend√™ncia, dentro de 25 anos o n√ļmero de diab√©ticos no mundo rondar√° 600 milh√Ķes, cerca de 10% da popula√ß√£o mundial. Infelizmente, Portugal com 13%, tem uma das taxas mais elevada de preval√™ncia da diabetes na Europa.

A nível ocular, a complicação mais frequente da diabetes é a retinopatia diabética, que continua a ser a principal causa de cegueira na população ativa do mundo ocidental. De acordo com a OMS, é responsável por 5% das causas de cegueira no planeta, pelo que é fundamental o seu conhecimento e prevenção.

Segundo o Prof. Jo√£o Figueira, Coordenador do Grupo Portugu√™s de retina e V√≠treo da Sociedade Portuguesa de Oftalmologia, ‚Äúpara evitar o aparecimento, bem como a progress√£o da retinopatia diab√©tica, √© fundamental promover h√°bitos de vida saud√°vel, com exerc√≠cio f√≠sico regular, aboli√ß√£o de h√°bitos tab√°gicos, sendo fundamental um bom controlo da diabetes, da tens√£o arterial, da ficha lip√≠dica‚ÄĚ. Jo√£o Figueira afirma ainda que, ‚Äúapesar de poder levar √† cegueira, esta doen√ßa √© muitas vezes assintom√°tica, pelo que o doente n√£o se apercebe da gravidade das suas les√Ķes oculares. Por esse motivo, √© capital uma consulta regular com o oftalmologista que deve ser feita pelo menos uma vez por ano‚ÄĚ.

Cada vez mais utilizados em Portugal, os rastreios oftalmol√≥gicos s√£o uma metodologia perfeitamente validada para o controlo da retinopatia diab√©tica. No entanto, a SPO chama a aten√ß√£o para o facto de que, os rastreios oculares organizados pelo sistema nacional de sa√ļde, n√£o devem ser confundidos com outros ‚Äúrastreios‚ÄĚ visuais, quase todos com fins comerciais. Estes servem normalmente para o diagn√≥stico de erros refrativos e prescri√ß√£o de √≥culos, n√£o estando vocacionados para o diagn√≥stico da maioria das patologias oculares e muito menos da retinopatia diab√©tica.

A SPO salienta assim que o controlo regular dos olhos dos diab√©ticos √© crucial para um diagn√≥stico precoce das altera√ß√Ķes oculares associadas √† diabetes, o que permite um encaminhamento atempado dos doentes que necessitam de tratamentos diferenciados e se traduz em melhores resultados visuais para o diab√©tico.

O Dia Mundial da Diabetes celebra-se no próximo dia 14 de novembro.

Partilhe:

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

*

*

Comment moderation is enabled. Your comment may take some time to appear.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como s√£o processados os dados dos coment√°rios.