Exposição de Pintura de Luis Athouguia em Aljustrel

1216

Luis Athouguia expõe de 7 a 29 de Novembro “Pedaços do Firmamento” na Oficinas de formação e animação cultural em Aljustrel.

Na Obra de Luís Athouguia, a aproximação à dimensão infinita da criação, desperta os sentidos e apela à nossa cumplicidade.

Na orquestração da sua Obra, instala-se um léxico original, vigoroso e inconfundível, do abstraccionismo mais estreme, em que os lemas enfrentam a tragédia da sua própria inexistência, num texto cromático e formal que se sustenta da imponderabilidade de todos os mistérios, por ele sugeridos mas nunca revelados. As sínteses insondáveis da matéria e através dela, os excursos da alma. A consagração do imprevisto. A aparente negação da geometria reguladora dos gestos, num halo esplêndido de intemporalidade.

Diagramas de fenómenos desconhecidos, as formas do vocabulário athouguiano organizam-se como crisálidas de um metamorfismo encantatório, de um oráculo revelador, de um rito impenetrável.
A pintura de Luís Athouguia é lugar de visões oníricas, lugar de muitos cerimoniais, lugar iconográfico das abstracções das formas e dos conteúdos.

Nela convergem alegorias, sugestões e alusões a uma escrita que se escreve por figurações no corpo do texto abstracto, no qual nos atrevemos a identificar (ou só entrever) pássaros, peixes, rostos ou máscaras deles, emblemas, signos, perífrases e paráfrases, silêncios marinhos, meias-luas, eflorescências e cristalizações orgânicas, um olho alado, um olho escorpião, um olho dinossauro, um olho alga…

Carlos-Antero Ferreira
Poeta / Escritor
Decano da Faculdade de Arquitectura de Lisboa

LUIS ATHOUGUIA (Cascais 1953) é diplomado pelo IADE, Instituto Superior de Arte e Design – Lisboa. Considerado um dos grandes talentos no mundo artístico da sua geração, conta com um longo percurso expositivo. Desde 1983 participou em mais de 4 centenas de relevantes exposições, nacionais e internacionais, de Pintura e Bienais de Arte. Foi distinguido, com o Prémio Vespeira na Bienal do Montijo 1997 e Prémio do Salão da Sociedade Nacional de Belas Artes 2011. Está representado em museus, instituições e

Partilhe:



Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*

Comment moderation is enabled. Your comment may take some time to appear.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

O site 'ipressJournal' utiliza cookies para melhorar a experiência de navegação do visitante. LER MAIS

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close