Home » Agenda » Exposições* » Exposição O tempo e o Vento na Galeria Artur Bual
Exposição O tempo e o Vento na Galeria Artur Bual

Exposição O tempo e o Vento na Galeria Artur Bual

A Exposição “O Tempo e o Vento”, da artista Bela Branquinho, é inaugurada a 30 junho (18h30) na Galeria Municipal Artur Bual/Casa Aprígio Gomes, na Amadora. A exposição com entrada livre, vai estar patente até 30 de setembro de 2022.

Sinopse

«A pintura de Bela Branquinho é uma aposta na transfiguração do real no plano do abstrato, mas tendo subjacente as emoções.

Influenciada pelas várias fases da corrente artística do Cubismo, representa nas suas telas figuras geométricas a partir da utilização de várias técnicas passando pelos acrílicos e derivando depois para a aguarela, madeira ou outros materiais sintéticos.»

Sobre | Bela Branquinho

Portuguesa nascida em África (território ex-belga) vive e trabalha em Colares, Sintra. É licenciada em Direito e exerce advocacia. Simultaneamente frequentou cursos de Aguarela, Pintura Abstrata e Atelier em escola de artes de Lisboa (Nextart).

A sua pintura é instintiva e o percurso criativo é sempre uma viagem emocional. Necessita de tempo, de silêncio e de maturação. Serenidade, placidez, harmonia, continuidade e intuição são palavras que nos surgem quando olhamos as suas telas.

As suas obras integram coleções privadas e públicas em Portugal, Inglaterra, Alemanha, Bulgária, México, Estados Unidos da América, Canadá e Austrália.

Prémios:

Bienal “Mertolarte “ (C.M.Mértola 2020) – 2º Prémio;
IX Bienal de Pintura de Pequeno Formato (C.M.Moita 2019) – Menção Honrosa;
Prémio “O Mar e Motivos Marinhos” no Museu de Marinha (Lisboa, 2018) – Menção Honrosa;
Prémio “Infante D. Luís às Artes “(C.M. Salvaterra de Magos, 2018) – Menção Honrosa.
Exposições individuais em 2015, 2016, 2017, 2018, 2019, 2020 e 2021, esta última na Galeria do Centro Documental da Câmara Municipal de Lisboa;

Participação em exposições coletivas, destacando-se:

– MU.SA – Museu das Artes de Sintra (2022) – exposição de pintura de Bela Branquinho e de gravura de Holger Brandes;
– Coletiva “21x21cm Abstract Art Contest” em (a)Cube Gallery, Sofia, Bulgária (2021); – 6ª Bienal Internacional de Espinho (2021);
– Coletiva Gora Gallery em Montreal (Canadá, 2019);
РPr̩mio Abel Manta (Gouveia, 2021 e 2018);
РQuinta Muestra de Arte Miniatura y Peque̱o Formato, Museo el Centenario, Garza Garcia (M̩xico, 2018); РGaleria Quadras Soltas, participa̤̣o em Pr̩mio Arte Solta (Porto, 2018);
– “4ª Bienal Internacional Mulheres d’ Artes” (Espinho, 2017);
– “Art-Map” Ponte de Lima (2016)
– “Contemporary Watercolour Competition” da Royal Watercolour Society (Bankside Gallery, Londres, 2015) In www.belabranquinho.com

Partilhe:

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

*

*

Comment moderation is enabled. Your comment may take some time to appear.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.