Home | Municipios | Faro apoia a UAlg no reforço de vagas em Medicina
Faro apoia a UAlg no reforço de vagas em Medicina

Faro apoia a UAlg no reforço de vagas em Medicina

O Municipio de Faro aprovou a transferência de 317.090 euros para a Universidade do Algarve (UAlg), para reforço de vagas no curso de medicina. A aprovação deste apoio teve lugar na reunião de câmara realizada no passado dia 5 de janeiro.

Esta medida decorre de contrato-programa celebrado entre UAlg, ABC, Ministério da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior e AMAL, vai permitir criação de 96 vagas até ao ano de 2025

O Contrato-Programa “Alargar e modernizar o ensino da medicina e a investigação biomédica na Universidade do Algarve” prevê a atribuição de 6 milhões de euros à Universidade do Algarve, em cinco anos (de 2021 a 2025), sendo também financiado pelo Ministério da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior e pela AMAL. Para o efeito, o Município vai contribuir com transferências anuais no valor de 63.418 euros.

A assinatura deste contrato-programa consubstancia assim mais um investimento adicional da Autarquia na promoção da qualidade aos cuidados de saúde prestados à população, bem como no reforço das ofertas educativas no âmbito do ensino superior.

“Além de reforçar a afirmação da Universidade do Algarve enquanto instituição de ensino superior de referência a nível nacional, esperamos que este aumento do número de vagas no curso de Medicina venha ajudar a contribuir para a resolução das conhecidas carências ao nível da Saúde na região”, refere o presidente da Câmara de Faro, Rogério Bacalhau, adiantando que “é fulcral formar mais e melhores profissionais de saúde, e fixá-los na região”.
“No entanto, e apesar desta ser uma iniciativa fundamental para a nossa região, à qual não podíamos virar a cara, não podemos também deixar de alertar para a falta de resposta da Administração Central em cada vez mais áreas que são da sua esfera de competências, como é também o caso do Ensino Superior, em que esta tem sido sucessivamente substituída ou complementada pelas autarquias locais”, considerou ainda o autarca.

Partilhe:

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

*

*

Comment moderation is enabled. Your comment may take some time to appear.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.