Home » Sa√ļde » Fibromialgia tem aumentado em Portugal
Fibromialgia tem aumentado em Portugal

Fibromialgia tem aumentado em Portugal

O estudo de sa√ļde nacional EpiReumaPt, da autoria da Sociedade Portuguesa de Reumatologia (SPR), que teve como objetivos avaliar a preval√™ncia e o impacto na qualidade de vida, fun√ß√£o f√≠sica e sa√ļde mental em Portugal das doen√ßas reum√°ticas, estima que a preval√™ncia da fibromialgia em Portugal, √© de 1.7 % (1.3 a 2.1%), sendo mais prevalente no sexo feminino do que no sexo masculino.

A fibromialgia caracteriza-se por uma s√≠ndrome polialgico difuso, ou seja, por dor cr√≥nica generalizada, n√£o apenas articular, mas tamb√©m muscular e a n√≠vel tendinoso, associada a sono n√£o reparador e cansa√ßo. Alguns sintomas cognitivos s√£o muito frequentes, como dificuldade de concentra√ß√£o, d√©fice de aten√ß√£o e altera√ß√Ķes ligeiras da mem√≥ria.

A doen√ßa pode ainda associar-se a depress√£o e/ou ansiedade, e h√° outras queixas a n√≠vel f√≠sico que s√£o muito frequentes, como dor abdominal e altera√ß√Ķes do tr√Ęnsito intestinal (no contexto de s√≠ndrome do c√≥lon irrit√°vel), prurido (comich√£o), parestesias (sensa√ß√Ķes de dorm√™ncia ou formigueiro) e mesmo o fen√≥meno de Raynaud (altera√ß√£o da colora√ß√£o das extremidades, sobretudo dos dedos da m√£o, com a exposi√ß√£o ao frio, tornando-se p√°lidos, de cor azulada ou ruborizada).

Susana Capela, reumatologista do Centro Hospitalar e Universit√°rio Lisboa Norte p√≥s-graduada em Ci√™ncias da Dor, acrescenta ‚ÄúTendo em conta que o diagn√≥stico de fibromialgia √© cl√≠nico e na maioria dos casos os exames complementares de diagn√≥stico n√£o demonstram altera√ß√Ķes, os doentes podem passar v√°rios anos com sintomas at√© ao diagn√≥stico correto. Este atraso no diagn√≥stico torna mais dif√≠cil a resolu√ß√£o dos sintomas, havendo uma maior refratariedade √† terap√™utica.‚ÄĚ

Para al√©m disso, tamb√©m deve ser dada aten√ß√£o a situa√ß√Ķes de ins√≥nia e altera√ß√Ķes do padr√£o do sono, altera√ß√Ķes cognitivas minor, nomeadamente as que se repercutem a n√≠vel laboral, e instala√ß√£o de cansa√ßo cr√≥nico que interfira com a qualidade de vida do doente. A abordagem precoce destas situa√ß√Ķes pode impedir a progress√£o para fibromialgia, sendo fundamental o diagn√≥stico precoce.

O tratamento da fibromialgia deve ser hol√≠stico e multimodal, intervindo a n√≠vel n√£o farmacol√≥gico e farmacol√≥gico com m√ļltiplos f√°rmacos, de forma a controlar os sintomas. A compreens√£o e o conhecimento da doen√ßa pelo pr√≥prio doente e suas fam√≠lias, e de potenciais fatores desencadeantes de crise como o stress, tamb√©m s√£o √ļteis na gest√£o da doen√ßa, pelo que a educa√ß√£o √© a base do tratamento.

Partilhe:

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

*

*

Comment moderation is enabled. Your comment may take some time to appear.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como s√£o processados os dados dos coment√°rios.