Home » Ambiente & Natureza » G√°s √© Andar para Tr√°s √© contra o Gazoduto
Gás é Andar para Trás é contra o Gazoduto

Gás é Andar para Trás é contra o Gazoduto

Campanha ‚ÄúG√°s √© Andar para Tr√°s‚ÄĚ declara-se solid√°ria com a campanha de cartazes contra os¬† gasodutos que surgem em pain√©is publicit√°rios em Lisboa.

‚ÄúGasoduto: arma de extin√ß√£o em massa‚ÄĚ parece ser a mensagem principal dos cartazes que foram afixados em pain√©is publicit√°rios um pouco por toda a cidade. O cartaz, encabe√ßado pelos logos da Galp, EDP e REN, aponta √† constru√ß√£o de mais gasodutos (e em Portugal o governo quer construir uma nova liga√ß√£o entre Portugal e Espanha) como o centro de uma amea√ßa que paira sobre toda a Humanidade, o caos clim√°tico. Numa altura em que o custo de vida continua a subir pendurado nos lucros das grandes petrol√≠feras, esta mensagem em grande formato aponta o dedo a alguns dos principais respons√°veis no pa√≠s. O g√°s √© simultaneamente o principal factor, segundo a Ag√™ncia Internacional de Energia, para o aumento dos pre√ßos da energia e, consequentemente, para infla√ß√£o cavalgante em que vivemos.

Os cartazes foram avistados no Rato, Saldanha, Cais do Sodré e outros locais da cidade, na semana a seguir aos grandes lucros das empresas serem revelados, e quando se prepara a realização de mais um farsa institucional, a COP27 no Egipto, sob o regime sanguinário do General Sisi. A política energética na Europa, apostada em aprofundar a crise climática ao construir mais infraestrutura fóssil, em particular gás fóssil, é uma política suicida e, como os cartazes apontam, uma política de extinção em massa, quer de várias espécies, quer ameaçando a própria civilização e vida humana.

O gasoduto de Celorico da Beira, uma obra absurda e profundamente perigosa, √© mais um favor do poder pol√≠tico, com o centr√£o do Partido Socialista a estender a passadeira a mais g√°s. A campanha ‚ÄúG√°s √© Andar para Tr√°s‚ÄĚ solidariza-se com esta a√ß√£o de subvertising visto termos de parar o g√°s em Portugal e na Europa, travando este obst√°culo objetivo √† transi√ß√£o energ√©tica para 100% energias renov√°veis.

Partilhe:

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

*

*

Comment moderation is enabled. Your comment may take some time to appear.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como s√£o processados os dados dos coment√°rios.