GNR desmantelou rede europeia de fraude ao IVA

GNR desmantelou rede europeia de fraude ao IVA

520

A operação internacional “NETTO PRICE”, realizada na passada quarta e quinta feira, pelas polícias de Portugal, Reino Unido, Alemanha e Letónia, visou desarticular uma rede transacional, que operava um esquema europeu de fraude ao IVA e obtenção indevida de fundos europeus.

As 123 diligências de busca domiciliária, em empresas e organismos públicos, resultou na detenção de 11 pessoas e constituidos arguidos em Portugal, 16 empresas e 33 pessoas singulares.

Em Portugal, 300 militares da Unidade Fiscal da GNR sob a direção do Departamento Central de Investigação e Ação Penal (DCIAP), apreendeu 139 veículos automóveis de gama média e alta, 5 embarcações e 70 equipamentos tecnológicos e informáticos e ainda 47 mil euros em numerário, no valor total de cerca de 2 milhões e 600 mil euros.

No âmbito desta operação, o Gabinete de Recuperação de Ativos (GRA) português, também garantiu o congelamento de 72 contas bancárias e outros instrumentos financeiros, detidos pelos suspeitos em Portugal e no Reino Unido, de valor ainda não quantificado.

Atendendo à especificidade e complexidade da operação, que estava a ser investigada há cerca de dois anos, participaram peritos forenses da EUROPOL, analistas de informação da Autoridade Tributária e Aduaneira e da estrutura de investigação criminal da GNR.

Segundo a informação da GNR, esta organização criminosa logrou, com recurso a um esquema fraudulento, de triangulação de faturas entre sociedades de diferentes Estados Membros e à constituição de sociedades missing trader que emitiam faturação falsa, criando circuitos documentais destinados a atestar a introdução em Portugal de veículos automóveis usados, obtendo uma vantagem patrimonial ilegítima, de pelo menos, 5 milhões de euros.

Os detidos vão hoje ser presentes no Tribunal Central de Instrução Criminal para aplicação de medidas de coação.

Partilhe:



Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*

Comment moderation is enabled. Your comment may take some time to appear.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

O site 'ipressJournal' utiliza cookies para melhorar a experiência de navegação do visitante. LER MAIS

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close