Home » Atualidade » Nacional » Inova√ß√£o Portuguesa financiada com 27M‚ā¨
Inova√ß√£o Portuguesa financiada com 27M‚ā¨

Inova√ß√£o Portuguesa financiada com 27M‚ā¨

A Ag√™ncia Nacional de Inova√ß√£o (ANI) organizou nos √ļltimos dois dias sess√Ķes de esclarecimento sobre as ferramentas de financiamento EIC Accelerator e EIC Pathfinder, em que participaram mais de 200 entidades

Desde que arrancou, em mar√ßo de 2021, o Conselho Europeu de Inova√ß√£o j√° financiou empresas deep tech nacionais em cerca de 27 Milh√Ķes de Euros (M‚ā¨). S√≥ no EIC [European Innovation Council] Accelerator, o principal instrumento da iniciativa integrada no Horizonte Europa, Portugal j√° captou 22 M‚ā¨. No EIC Pathfinder, as empresas nacionais arrecadaram 4,9 M‚ā¨, o que corresponde a 28% do financiamento total obtido por Portugal. No seu conjunto, os dois instrumentos financiaram 30 projetos com participa√ß√£o de entidades portuguesas.

O EIC Accelerator, com candidaturas abertas em cont√≠nuo, financiou nos √ļltimos dois anos as seguintes empresas:

C2C-NewCap ‚Äď A empresa tecnol√≥gica, localizada em Odivelas, captou um investimento de 5,4 M‚ā¨ para desenvolver e trazer para o mercado dois produtos √† base de tecnologia de supercondensador para substituir baterias de chumbo em ve√≠culos pesados e condensadores de t√Ęntalo. O chumbo √© um metal t√≥xico e o t√Ęntalo uma mat√©ria-prima cr√≠tica e com origem em pa√≠ses com conflitos pol√≠ticos e sociais. As baterias de chumbo e condensadores fazem parte do nosso dia a dia, estando presentes em ve√≠culos e aparelhos eletr√≥nicos, respectivamente. As tecnologias disruptivas desenvolvidas pela C2C-NewCap trazem uma solu√ß√£o eletroqu√≠mica mais sustent√°vel que maximiza a utiliza√ß√£o de energia, e minimiza custos operacionais e ambientais.

Immunethep – A empresa do Biocant Park, em Cantanhede, est√° a desenvolver uma vacina que protege contra cinco bact√©rias respons√°veis por 80% das infe√ß√Ķes bacterianas em humanos. Estas bact√©rias representam um grave problema devido √† sua resist√™ncia a antibi√≥ticos. A vacina √© est√°vel em diferentes temperaturas o que a torna de f√°cil armazenamento e transporte. A Immunethep vai receber 2,5M‚ā¨ numa primeira fase, tornando-a eleg√≠vel para um investimento adicional que lhe permita dar seguimento aos ensaios cl√≠nicos e escalar a n√≠vel mundial.

WATGRID ‚Äď Empresa localizada no Creative Science Park, em Aveiro, viu financiada uma tecnologia que faz a recolha de dados em tempo real atrav√©s de uma plataforma de an√°lise para ajuste autom√°tico dos par√Ęmetros do processo de vinifica√ß√£o, podendo tornar o processo mais sustent√°vel. O projeto teve financiamento aprovado de 2,8 M‚ā¨.

RUBYnanomed ‚Äď Empresa de Braga, recebeu 7 M‚ā¨ para trazer para o mercado mundial o projeto BRIGHT, um novo sistema de diagn√≥stico de met√°stases do cancro da mama.

Arboreabiofoods ‚Äď Empresa do Porto, viu o projeto Biosolar Leaf, ser financiado em 2,3 M‚ā¨. O objetivo √© desenvolver uma tecnologia de produ√ß√£o de microalgas em larga-escala para o mercado da prote√≠na alimentar.

AI4MedImaging Medical Solutions ‚Äď Empresa localizada em Braga, criou um software cl√≠nico baseado em intelig√™ncia artificial (IA) para relat√≥rios de resson√Ęncia magn√©tica card√≠aca totalmente automatizado.

Peek Health ‚Äď Empresa de Braga, desenvolveu um sistema baseado em IA para cirurgia ortop√©dica que ajuda os cirurgi√Ķes a automatizar totalmente o planeamento pr√©-operat√≥rio da osteotomia do joelho. A empresa teve financiamento aprovado de 2,2 M‚ā¨.

Recorde-se que o EIC Accelerator pretende apoiar start-ups e PME com tecnologias disruptivas a desenvolverem os seus neg√≥cios √† escala global, atrav√©s da oferta de financiamento a fundo perdido de at√© 2,5 M‚ā¨, combinado com investimentos de capital pr√≥prio at√© 15M‚ā¨ vindo do Fundo do Conselho Europeu de Inova√ß√£o. Al√©m do apoio financeiro, todos os projetos beneficiam de uma gama de Servi√ßos de Acelera√ß√£o de Neg√≥cios que proporcionam acesso a oportunidades de investimento e crescimento a n√≠vel mundial. Este programa est√° aberto em cont√≠nuo, desde 2021, tendo tr√™s datas anuais para avalia√ß√£o das candidaturas.

As empresas nacionais arrecadaram 28% do financiamento obtido no EIC Pathfinder

No √Ęmbito do instrumento de financiamento Pathfinder, as empresas nacionais j√° arrecadaram 4,9 M‚ā¨ para Portugal nos primeiros dois anos do Conselho Europeu de Inova√ß√£o. Este instrumento visa financiar ideias e tecnologias disruptivas e de baixa maturidade tecnol√≥gica (at√© 4 M‚ā¨).

Este valor representa um retorno de 28% do financiamento total obtido por Portugal e encontra-se distribu√≠do por um total de nove projetos aprovados, sendo um deles coordenado por empresas nacionais. A empresa Stemmatters, que tem sede em Guimar√£es, foi a que maior financiamento obteve com um total de 1,8 M‚ā¨ para os projetos PAT4CGT – Automated online monitoring & control to improve processes and decision making in cell and gene therapy manufacturing e CAR T-REX – CAR T cells rewired to prevent EXhaustion in the tumour microenvironment, este √ļltimo coordenado por si. S√£o ambos projetos na √°rea da biotecnologia em sa√ļde.

A empresa Silicongate, do Porto, obteve o segundo maior financiamento a n√≠vel nacional, com um total de 0,7 M‚ā¨ para o projeto UPSIDE – Focused Ultrasound Personalized Therapy for the Treatment of Depression, tamb√©m na √°rea da sa√ļde.

Do total dos 23 projetos aprovados com entidades nacionais, nove contam com a participação de empresas, representando 39% dos projetos aprovados no biénio 2021-2022.

‚ÄúPortugal tem vindo a ter uma performance extremamente positiva no Horizonte Europa e este balan√ßo no acesso a financiamento por via do Conselho Europeu de Inova√ß√£o vem confirm√°-lo. √Č de destacar a capacidade que as entidades de I&D em Portugal e as empresas v√™m demonstrando de participar e at√© coordenar projetos verdadeiramente deep tech √† escala mundial‚ÄĚ, afirma Ant√≥nio Grilo, presidente da ANI.

As empresas t√™m vindo a ser apoiadas pela ANI, no acesso a financiamento, atrav√©s da rede dos Pontos de Contacto Nacional ao Horizonte Europa e pela Enterprise Europe Network (EEN). A participa√ß√£o nacional no EIC √© acompanhada pela ANI no √Ęmbito da rede PERIN.

Fonte: Agência Nacional de Inovação (ANI) / C.S.

Partilhe:

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

*

*

Comment moderation is enabled. Your comment may take some time to appear.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como s√£o processados os dados dos coment√°rios.