Home » Municipios » Instala√ß√£o de videovigil√Ęncia contra inc√™ndios na Arr√°bida
Instala√ß√£o de videovigil√Ęncia contra inc√™ndios na Arr√°bida
Instala√ß√£o de videovigil√Ęncia contra inc√™ndios na Arr√°bida

Instala√ß√£o de videovigil√Ęncia contra inc√™ndios na Arr√°bida

Palmela aprovou a formaliza√ß√£o do um Contrato de Coopera√ß√£o, Comodato e Financiamento para a implementa√ß√£o de um Sistema de Videovigil√Ęncia contra Inc√™ndios no Parque Natural da Arr√°bida, entre o Munic√≠pio de Palmela e a AML – √Ārea Metropolitana de Lisboa.

A AML apresentou uma candidatura ao POSEUR – Programa Operacional Sustentabilidade e Efici√™ncia no Uso de Recursos com vista √† implementa√ß√£o do Sistema de Videovigil√Ęncia no Parque Natural da Arr√°bida (cobrindo uma √°rea que ir√° abranger os Munic√≠pios de Palmela, Set√ļbal e Sesimbra) e tamb√©m em Mafra.

Pretende-se instalar um n√ļmero m√≠nimo de seis Torres de Videovigil√Ęncia e Apoio √† Decis√£o, equipadas com c√Ęmaras de v√≠deo e outros equipamentos; um Centro de Controlo e Gest√£o, no Comando Territorial de Lisboa da GNR, um posto de opera√ß√£o no Comando Sub-regional de Lisboa da Autoridade Nacional de Emerg√™ncia e Prote√ß√£o Civil e interfaces da aplica√ß√£o para acesso ao sistema nos centros de prote√ß√£o civil dos Munic√≠pios de Palmela e Sesimbra; uma rede de comunica√ß√Ķes entre os v√°rios locais e ainda desenvolver todos os servi√ßos t√©cnicos para a implementa√ß√£o do sistema.

O Contrato, que vai vigorar por um per√≠odo de cinco anos, prev√™ que seja a AML a abrir concurso para a aquisi√ß√£o dos bens e equipamentos necess√°rios para a implementa√ß√£o do Sistema de Vigil√Ęncia, que ser√£o depois cedidos, em regime de comodato, ao Munic√≠pio de Palmela e √†s outras entidades com quem a AML estabelecer esta parceria.

Para al√©m de assumir a manuten√ß√£o e conserva√ß√£o desses bens e equipamentos, o Munic√≠pio ter√° tamb√©m como obriga√ß√Ķes, entre outras, dispor de todas as autoriza√ß√Ķes e licen√ßas necess√°rias para a instala√ß√£o das torres de videovigil√Ęncia e nomear um interlocutor que acompanhe, junto da AML, a execu√ß√£o do Contrato. A Autarquia dever√° ainda compensar a AML pela diferen√ßa entre o valor do Contrato e o valor do investimento aprovado para cofinanciamento pelo POSEUR, num limite m√°ximo de 24.600‚ā¨.

Partilhe:

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

*

*

Comment moderation is enabled. Your comment may take some time to appear.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como s√£o processados os dados dos coment√°rios.