Investigação desenvolvida na UC é capa da revista internacional!

1008

Um estudo de imagem cerebral sobre a ambiguidade da perceção visual, desenvolvido por uma equipa de investigadores do Instituto de Ciências Nucleares Aplicadas à Saúde (ICNAS) e do Instituto Biomédico de Investigação de Luz e Imagem (IBILI) da Universidade de Coimbra (UC), faz a manchete da edição de outubro da Human Brain Mapping, a mais prestigiada revista internacional de Neuroimagem. O estudo da ambiguidade da perceção tem implicações em doenças neuropsiquiátricas como a esquizofrenia e o autismo e originou pesquisas agora em curso no ICNAS.

A combinação da originalidade do trabalho com a criatividade artística da exposição gráfica dos resultados fundamentou a escolha dos editores.

Coordenado pelo neurocientista Miguel Castelo-Branco, o estudo tem como primeiro autor João Castelhano, e centrou-se na investigação da forma como «diferentes ritmos cerebrais nos ajudam a processar informação visual ambígua, recorrendo a técnicas de imagem multimodal (Eletroencefalografia e Ressonância Magnética funcional). Neste estudo, descobrimos que pelo menos dois módulos estão envolvidos naquele processamento, um sediado no córtex visual e outro noutra região do cérebro associada à dificuldade da decisão, a ínsula anterior».

Dito de forma mais simples, «conseguimos verificar como o cérebro decide sobre aquilo que é difícil de observar. Através da utilização em simultâneo de duas técnicas foi possível associar os ritmos do cérebro a uma determinada função, neste caso à perceção visual, ou seja, à forma como vemos o mundo», explica Miguel Castelo-Branco.

No futuro, este estudo enquadrado na neurociência básica, terá «fortes implicações nas doenças neuropsiquiátricas, especialmente na esquizofrenia e no autismo, onde os circuitos de perceção visual podem estar fragmentados. Se percebermos como está alterada a perceção, podemos pensar em mecanismos que restabeleçam a harmonia do ritmo cerebral» esclarece o investigador da UC.

Partilhe:



Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*

Comment moderation is enabled. Your comment may take some time to appear.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

O site 'ipressJournal' utiliza cookies para melhorar a experiência de navegação do visitante. LER MAIS

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close