Lagos liquida a divida do PAEL antes dos prazos acordados

Lagos liquida a divida do PAEL antes dos prazos acordados

350

O Município de Lagos a liquida dívida do PAEL – Programa de Apoio à Economia Local, com o pagamento de 2.368.421,00€, para amortizar o capital em dívida, cinco anos depois do apoio do Governo.

Segundo a autarquia, a candidatura ao PAEL e o respetivo Plano de Ajustamento Financeiro do Município, foram aprovados pelo Governo no final do ano de 2012. O valor de financiamento atribuído ao Município de Lagos foi fixado em 9.508.643,58€ e tinha um prazo de pagamento de 14 anos.

Cinco anos depois, em 2017, com o pagamento deste montante o Município amortiza antecipadamente, o capital em dívida, mantendo sempre a preocupação e o objetivo de diminuir impostos.

A adesão a este Programa de Apoio à Economia Local foi motivada pelas dificuldades financeiras da autarquia, devido à queda acentuada, a partir de 2008, das suas principais fontes de receita, principalmente do IMT, licenciamento de obras e derrama.

O PAEL tinha como principal objetivo a regularização de dívidas vencidas há mais de 90 dias, registadas na Direção Geral das Autarquias Locais, à data de 31 de março de 2012. Como o nome do programa indica, este financiamento extraordinário destina-se a injetar recursos financeiros nas empresas e famílias locais, honrando os compromissos vencidos dos municípios perante os seus prestadores de serviços e fornecedores.

Com a operacionalização deste programa e o financiamento que o mesmo instituía, aliados a um grande rigor e austeridade na gestão autárquica, o município conseguiu meios financeiros para fazer face ao seu passivo de tesouraria, a um juro inferior ao praticado, na altura, pelas instituições financeiras comerciais, e muito inferior também aos juros de mora que recaem sobre as dívidas a fornecedores e prestadores de serviços. Por outro lado, converteu-se dívida de curto prazo, vencida e exigível, em dívida de longo prazo, aliviando a tesouraria municipal nos tempos de crise e de dificuldades acrescidas em que a Câmara teve que fazer face a um número acrescido e cada vez maior de solicitações.

Para Maria Joaquina Matos, Presidente da Câmara Municipal de Lagos, “os últimos anos têm sido anos de causas, compromissos, incentivos, de conquistas, de consolidação e fortalecimento”, e acima de tudo “de coesão em prol do nosso município e dos nossos cidadãos”.

Partilhe:



Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*

Comment moderation is enabled. Your comment may take some time to appear.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

O site 'ipressJournal' utiliza cookies para melhorar a experiência de navegação do visitante. LER MAIS

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close