Lagos regulamenta apoio ao associativismo cultural

Lagos regulamenta apoio ao associativismo cultural

123

O Executivo Municipal de Lagos deliberou na última reunião de 2019, dar início à elaboração do projeto de Regulamento de Apoio ao Associativismo Cultural.

A elaboração do projeto decorre, até ao próximo dia 13 de janeiro, o período de constituição de interessados relativo a particulares e entidades que pretendam e tenham legitimidade para apresentar contributos e sugestões nesta matéria.

Esta medida, prevista nas Grandes Opções do Plano, tem como objetivo dotar o município de instrumentos e regras que permitam, de forma objetiva e transparente, estabelecer critérios que garantam níveis superiores de eficácia e eficiência na atribuição de apoios públicos, assim como estimular o rigor na gestão e funcionamento dos agentes culturais do concelho.

O apoio financeiro e logístico às associações culturais e recreativas com sede no concelho é uma prática de longa data no município de Lagos e resulta da consciência quanto ao papel importantíssimo desenvolvido por estas entidades em prol da salvaguarda e preservação das tradições, do reforço e afirmação da identidade histórica e cultural do território, da formação e criação artística, da valorização da oferta cultural e turística, assim como ao nível da coesão social, uma vez que são polos agregadores da comunidade local.

A elaboração do regulamento vai permitir fixar e estabilizar as regras relativas à concessão de apoios aos agentes culturais, entendendo-se como tais as bandas filarmónicas, escolas de música, grupos corais, grupos de dança, grupos de fados, grupos folclóricos, grupos populares, grupos de teatro, associações e coletividades de cultura e recreio, entre outras entidades que desenvolvam atividades de reconhecido interesse cultural. O projeto identifica os tipos de apoios a atribuir, os requisitos e os critérios relativos ao apoio financeiro, os termos da candidatura, as responsabilidades das partes, entre outros aspetos considerados importantes para a boa aplicação das verbas públicas e o desenvolvimento da atividade cultural.

Partilhe:



Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*

Comment moderation is enabled. Your comment may take some time to appear.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

O site 'ipressJournal' utiliza cookies para melhorar a experiência de navegação do visitante. LER MAIS

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close