Médicos apoiam equipas de ajuda aos sem abrigo

Médicos apoiam equipas de ajuda aos sem abrigo

121

As equipas de apoio à população sem abrigo, vão contar com o apoio de médicos voluntários que se disponibilizaram para ajudar, em resposta ao apelo lançado por Miguel Guimarães, o bastonário da ordem dos médicos (OM).

Segundo a Lusa, “foram mais de 100 os médicos que se voluntariaram para dar apoio às equipas de acompanham a população sem-abrigo, quando enfrentamos a pandemia de covid-19, respondendo a um apelo do bastonário, anunciou a Ordem dos Médicos (OM).

“As esquipas que estão todo o ano no terreno a apoiar os sem-abrigo estão também elas a ser afetadas pela pandemia que estamos a viver, com alguns dos voluntários a precisar de ficar em isolamento”, explica o bastonário, Miguel Guimarães, em comunicado.

A OM explica que, para dar resposta a uma solicitação da Estratégia Nacional para a Integração das Pessoas em Situação de Sem-abrigo, o bastonário decidiu lançar mais um apelo “ao espírito humanista e solidário que tem definido os médicos portugueses”, pedindo colegas voluntários para darem apoio telefónico às equipas de rua que acompanham os sem-abrigo.

“Nesta altura torna-se também mais importante conseguir dar no momento o melhor acompanhamento clínico possível, dados os riscos acrescidos de contágio para quem recorra a uma unidade hospitalar”, explica Miguel Guimarães.

O bastonário diz também que os médicos vão esclarecer dúvidas através do telefone a estas equipas, estejam ou não relacionadas com a Covid-19”.

“Todas as estruturas telefónicas, como o SNS24 e a Linha de Apoio ao Médico, estão sobrecarregadas, e com este apoio especializado queremos garantir uma resposta ágil e com qualidade”, reforça o bastonário da Ordem dos Médicos.

Fonte: Lusa

Partilhe:




Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*

Comment moderation is enabled. Your comment may take some time to appear.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

O site 'ipressJournal' utiliza cookies para melhorar a experiência de navegação do visitante. LER MAIS

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close