Home | Desporto | Futebol | Morreu o mágico, morreu Maradona
Morreu o mágico, morreu Maradona

Morreu o mágico, morreu Maradona

“A lenda do futebol argentino morreu hoje em casa”, anunciava o representante da família, numa declaração que foi um choque para o planeta do desporto rei, que hoje está a ser percorrido pela notícia, da morte de Maradona.

Maradona faleceu vítima de ataque cardíaco, vinte e cinco dias depois de ter comemorado os sessenta anos de idade e duas semanas depois de ter sido sujeito, com sucesso, a uma cirurgia para eliminar um coágulo de sangue no cérebro.

Considerado um dos maiores jogadores de todos os tempos, Diego Armando Maradona, está hoje a ser homenageado, com mensagens vindas de todo o planeta, mas sobretudo pelos argentinos, ricos e pobres, que idolatravam aquele que foi, um dos maiores símbolos do futebol mundial.

Famoso pelo talento e magia que dava ao jogo, famoso pela vida fora de campo enquanto atleta, famoso pela “Mão de Deus” e famoso pela eliminação dos ingleses no mundial de 1986, com o segundo golo que marcou, reconhecido por todos como um dos maiores golos de todos os tempos.

O presidente da Argentina, Alberto Fernandez, decretou três dias de luto, numa homenagem do país ao ‘astro’, mas num quadro de preocupação, por ser previsível que os argentinos ocorram em grande número às cerimónias fúnebres, para prestar a última homenagem a Diego Armando Maradona.

Partilhe:

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

*

*

Comment moderation is enabled. Your comment may take some time to appear.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.