Home | Agenda | Concertos*** | “Noites na Fonte” Centenária de Águas de Moura
“Noites na Fonte” Centenária de Águas de Moura

“Noites na Fonte” Centenária de Águas de Moura

As “Noites na Fonte” estão de volta à Fonte Centenária de Águas de Moura a 10 e 11 de setembro, proporcionando um conjunto de espetáculos de música, dança e contos populares, com entrada gratuita.

A iniciativa abre com o espetáculo “Memória no Futuro”, no dia 10, às 21h30, que junta a música e a dança, contando com as participações de Mary Anne, banda vencedora do Warm Up “Março a Partir” – Concurso de Bandas Amadoras do Concelho de Palmela, da Passos e Compassos/DançArte e de Rogélia Santos, da Associação de Festas de S. Pedro da Marateca.

A noite de dia 11 começa com uma Sessão de Contos Populares com António Fontinha, às 21h30, seguindo-se o fado, pela voz de Marco Oliveira, às 22h15.

Os lugares são limitados e as reservas obrigatórias, através do contacto 935 321 218. As “Noites na Fonte” são uma organização conjunta da Câmara Municipal de Palmela, União das Freguesias de Poceirão e Marateca e movimento associativo local.

Programa

10 setembro | 21h30

Memória no Futuro

Concerto com Mary Anne, banda vencedora do Warm Up “Março a Partir” – Concurso de Bandas Amadoras do Concelho de Palmela (Mary Anne – Voz e Teclas, Nuno Adão – Baixo, Pedro Oliveira – Bateria e Vasco Barreiros – Guitarra).

Momentos de dança contemporânea, pela Passos e Compassos/DançArte, com direção artística de Sofia Belchior e os bailarinos Ivanoel Tavares e Beatriz Dias.

Participação especial de Rogélia Santos, da Associação de Festas de S. Pedro da Marateca.

11 setembro

21h30
Sessão de Contos Populares com António Fontinha

22h15
Concerto com Marco Oliveira (fado)

Marco Oliveira (voz e guitarra clássica) e Ricardo Parreira (guitarra portuguesa)

Partilhe:

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

*

*

Comment moderation is enabled. Your comment may take some time to appear.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.