Home | Desporto | Ciclismo | O Giro d´Itália vai este sábado para a estrada
O Giro d’Italia está de volta à estrada, a partir deste sábado, 3 de outubro. Os fãs de ciclismo vão poder acompanhar em direto e em exclusivo no Eurosport, esta ‘Grande Volta’.

O Giro d´Itália vai este sábado para a estrada

O Giro d’Italia está de volta à estrada, a partir deste sábado, 3 de outubro. Os fãs de ciclismo vão poder acompanhar em direto e em exclusivo no Eurosport, esta ‘Grande Volta’.

A 103.ª edição do Giro arranca na região da Sicília, palco de quatro etapas, entre as quais se inclui uma passagem pelo Monte Etna, que chega a uma altitude de 1.775 metros. O pelotão segue para a ‘bota’, mas este ano o percurso é centrado na costa adriática rumo a norte. As etapas de montanha vão exigir muito das pernas dos ciclistas e estão previstas subidas a Madonna di Campiglio (1.522m), Stelvio (2.758m), Col d’Izoard (2.360m), Colle dell’Agnello (2.774m) e Sestriere (2.035m). O Giro termina com um contrarrelógio individual na Piazza Duomo, na cidade de Milão. Quem será o melhor no final dos 3497.9 quilómetros do Giro 2020? Quem vestirá a camisola rosa? Quem irá erguer o troféu infinito em Milão e entrar para a história?

Entre os favoritos estão ciclistas como Vincenzo Nibali, Geraint Thomas ou Simon Yates. O italiano da Treck-Segafedo parte em busca do terceiro triunfo no Giro depois das conquistas em 2013 e 2016. Já o britânico Thomas, que ficou fora desta edição da Volta a França, é aposta forte da INEOS para vestir a camisola rosa. Espera aumentar o currículo com mais um troféu de peso depois da conquista do Tour em 2018. O compatriota Yates (Michelton-Scott) é outro dos nomes de peso para esta edição do Giro. Chega em grande forma depois da conquista da Tirreno-Adriatico e espera juntar esta ‘Grande Volta’ no currículo depois da vitória na Vuelta em 2018. O pelotão conta ainda com grandes ciclistas como Peter Sagan, Jakob Fulgsang, Rafal Majka, Diego Ulissi, Michael Matthews, Arnaud Démare, Elia Viviani ou Domenico Pozzovivo.

A grande surpresa desta Volta a Itália pode ser protagonizada pelo russo Aleksandr Vlasov. O jovem de 22 anos da Astana tem somado triunfos importantes esta temporada. Conquistou o Giro dell’Emilia, o Desafio Mont Ventoux, ficou em 3.º lugar na Volta a Lombardia e garantiu as camisolas brancas da juventude na Tirreno – Adriatico e no Tour de la Provence. Um ciclista a ter em atenção durante o Giro.

O Giro 2020 vai ter dois portugueses na estrada: Rúben Guerreiro estreia-se nesta volta italiana pela equipa da Education First enquanto João Almeida cumpre a sua primeira Grande Volta da carreira pela equipa da Deceuninck-Quick-Step. Em 2018, já tinha participado no Giro Ciclístico d’Italia, a prova de sub-23 da Volta a Itália, tendo terminado como segundo classificado.

Quanto a ausências, a mais notada é a do equatoriano Richard Carapaz da INEOS. O vencedor do Giro 2019 não vai estar presente este ano apostando tudo na Volta a Espanha.

Partilhe:

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

*

*

Comment moderation is enabled. Your comment may take some time to appear.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.