Home | Hotelaria & Resorts | O M.Ou.Co. é um dos dez novos hotéis a visitar na Europa
O M.Ou.Co. é um dos dez novos hotéis a visitar na Europa

O M.Ou.Co. é um dos dez novos hotéis a visitar na Europa

O Hotel M.Ou.Co. situado na zona do Bonfim, na cidade do Porto, com um conceito totalmente vocacionado para a música, foi considerado um dos 10 “Must See” a visitar na Europa, referenciado pelo jornal britânico The Guardian.

Inaugurado em setembro de 2021, o M.Ou.Co. – Stay, Listen, Play é já uma referência nacional e internacional, pelo caráter inovador do seu conceito, totalmente dedicado à música, com sala de espetáculos, três salas de ensaios e ainda um espaço dedicado à saúde do músico. O caráter único deste hotel em Portugal chamou a atenção jornal britânico The Guardian, que o destacou como um dos dez novos hotéis de design na Europa que têm mesmo de ser visitados.

“É um grande orgulho vermos destacado o nosso hotel num meio internacional tão conceituado, considerando o M.Ou.Co. como um dos dez hotéis onde se pode ficar instalado com estilo”, destaca Teresa Martins, diretora-geral do hotel. A unidade portuense aparece ao lado de hotéis como o ÖÖD Hötels, em Laheranna (Estónia), o The Barö, no sul da Finlândia, o Hôtel de Cambis, em Avignon (França) ou o MOB House, em Paris.

Para além do diário inglês, o M.Ou.Co., tem merecido destaque e referências em outras publicações do Reino Unido dedicadas à temática das viagens, lifestyle e hotelaria, como a revista 50 Connect ou o blogue A Luxury Travel Blog. “São referências muito importantes e que vêm validar a aposta num conceito diferente de tudo o que se fazia em Portugal”, acrescenta ainda Teresa Martins, que garante que “esta é, também, uma forma de promovermos a cidade e a própria região nos mercados externos”.

Também a norte-americana Beau Mond Traveler, dedicada ao segmento de viagens de luxo, enaltece a originalidade do M.Ou.Co., convidando os visitantes a soltar sem medo o Jimmi Hendrix interior. “Os quartos do hotel são soberbamente insonorizados. Mal se ouvem os gritos estridentes das gaivotas do Porto”, frisa a revista dos EUA. No extenso artigo inteiramente dedicado ao novo hotel da Invicta, o ‘Beau Monde Traveler’ sublinha uma das inovações tecnológicas disponíveis para os clientes. “Cada convidado recebe um smartphone carregado com aplicações úteis. Uma longa lista de recomendações de restaurantes mostra que o Porto se está a tornar um destino gastronómico. Depois, há uma seleção de caminhadas projetadas para guiá-lo pelas atrações do Porto”, destaca a publicação norte-americana.

A excelência do M.Ou.Co. já chegou, também, aos escritos de Michael Edwards. Crítico de viagens, Edwards escreveu o primeiro artigo de viagens para o ‘The Independent’ há três décadas, tendo ainda trabalhado, enquanto jornalista freelancer, para meios como o ‘The Guardian’ e ‘Telegraph’. Aos seus leitores, o antigo jornalista britânico enaltece a intenção do hotel ser globalmente inclusivo. “Já houve uma gama diversificada de apresentações: clássica, oficinas de música infantil, recitais de violão, jazz, indie e rap”, sublinha ainda.

O M.Ou.Co. dispõe de 62 quartos, dos quais 41 estúdios, que navegam pelo mundo da música, com destaque para temas como o “Voyage, voyage” (quartos duplos) ou o “Immigrant song” (suite com kitchenette). A pensar nos visitantes com mobilidade reduzida, o M.Ou.Co. disponibiliza o quarto “La vuelta al mundo”. E, claro, estando o hotel localizado na cidade em que está, e sendo este um hotel de música, não poderia faltar a referência a uma das mais icónicas canções sobre a Invicta, o eterno “Porto Sentido”, nascido da pena de Carlos Tê e imortalizado na voz de Rui Veloso. Este é um quarto superior, duplex e com varanda privada, ideal para estadias mais prolongadas no tempo.

Teresa Martins recorda que “o M.Ou.Co. pretende oferecer aos seus visitantes uma experiência diferenciadora com a música como fio condutor, podendo cada hóspede levar para o quarto um gira-discos, um teclado ou uma guitarra elétrica, experimentar os mais de 600 álbuns em vinil disponíveis na Musicoteca ou assistir a um concerto na nossa sala de espetáculos”.

Aliás, estes são alguns dos aspetos precisamente destacados no artigo do ‘The Guardian’, que recorda igualmente que os quartos contam com sistemas de som e amplificadores para auscultadores, além de dispor de uma piscina ao ar livre e permitir fazer refeições ao ar livre, desfrutando da calma da localização.

SOBRE O M.Ou.Co.:

M.Ou.Co. é o acrónimo de Música e Outras Coisas. Localizado no coração da cidade Invicta, mais precisamente na zona do Bonfim, este é o primeiro hotel do País com um conceito multidisciplinar e assumidamente dirigido para o mundo musical.
Com 41 estúdios e 21 quartos (repletos de evocações artísticas), restaurante, bar, piscina, esplanada e jardins, o complexo ocupa um total de cerca de cinco mil metros quadrados e assume-se como um espaço cultural de eleição.
Para dar expressão máxima àquele que é o seu claim – “Stay. Listen. Play” -, o M.Ou.Co. dispõe de uma sala de concertos, três salas de ensaios, uma musicoteca, um espaço de saúde e bem-estar do músico e… uma infinidade de pormenores distintivos que convidam a uma descoberta prolongada e a uma experiência hoteleira repleta de sentido(s). O espaço aposta numa programação própria, que dá destaque a projetos musicais de relevo, tanto nacionais como internacionais. Tal como uma banda sonora, todos os seus cantos e recantos respiram histórias. E os animais também são bem-vindos.

Partilhe:

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

*

*

Comment moderation is enabled. Your comment may take some time to appear.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.