Home » OPINI√ÉO... » Sa√ļde (Opini√£o) » O modelo patriarcal ainda pode ser uma norma bem ancorada
O modelo patriarcal ainda pode ser uma norma bem ancorada

O modelo patriarcal ainda pode ser uma norma bem ancorada

A Mulher como ser humano. Mulher m√£e, criadora de vida. A Mulher e a profiss√£o.

Por vários séculos, a mulher viveu numa cultura patriarcal, onde o seu papel na sociedade era voltado unicamente para a família. A mulher era responsável por todo o serviço doméstico e educação dos filhos.

A revolução industrial modificou, radicalmente, o trabalho não só para os homens, mas para toda a família. Houve a redução do salário dos homens, e crescente necessidade de mão de obra nas fábricas. Desta forma o homem não conseguia manter uma remuneração adequada e assim, todos os integrantes da família tiveram que sair para trabalhar.

Ao longo dos séculos, a mulher tem vindo a evoluir na sua estrutura enquanto ser humano, mãe e trabalhadora.

Foram séculos de lutas e persistência para chegarmos ao patamar de hoje. Apesar de serem grandes mudanças, ainda é preciso lutar muito para conquistar os mesmos privilégios que os homens.

√Č ineg√°vel que mulheres l√≠deres t√™m habilidade e compet√™ncias que favorecem o seu alto desempenho em cargos de poder. Apesar de caracter√≠sticas como objetividade, independ√™ncia e ambi√ß√£o serem atribu√≠das ao universo masculino, aos poucos, as mulheres provam que tamb√©m podem ocupar posi√ß√Ķes estrat√©gicas e de lideran√ßa. Isto porque t√™m, principalmente, a capacidade de adaptabilidade e resili√™ncia.

A guerra criou um legado duradouro para as mulheres, marcado por novos direitos políticos em muitos países e marcado também por uma ansiedade generalizada e duradoura sobre o crescente poder feminino.

‚ÄúBoris Johnson, tinha raz√£o quando disse que n√£o haveria guerra se Putin fosse mulher?‚ÄĚ Irene Fellin disse que nunca se saberia o que poderia acontecer, porque n√£o temos mulheres suficientes no poder. Mas acrescenta ‚ÄúO ponto √© que as mulheres s√£o mais pac√≠ficas e que com mais mulheres no poder ter√≠amos menos guerra‚ÄĚ.

O Dia Internacional da Mulher, institu√≠do em 1975 √© hoje comemorado em mais de 100 pa√≠ses, como um dia que celebra o papel e contributo da mulher na sociedade, as suas conquistas e ainda a necess√°ria luta pelos seus direitos, onde continuam a ser discutidos temas como a igualdade de tratamento entre mulheres e homens, e a igualdade de oportunidades e de condi√ß√Ķes perante o trabalho.

Contudo, é preciso lembrar que, no resto do mundo, o modelo patriarcal e social ainda é uma norma bem ancorada, privando a mulher de acesso aos estudos, ao trabalho e, dessa maneira, à emancipação.

Francisca Delerue
Assistente Hospitalar Graduada de Medicina Interna
Diretora do Serviço de Medicina Interna do H. Garcia de Orta
SPMI

Partilhe:

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

*

*

Comment moderation is enabled. Your comment may take some time to appear.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como s√£o processados os dados dos coment√°rios.