Home » Economia » Estudos » Oferta de Quartos para arrendar subiu 71%
Oferta de Quartos para arrendar subiu 71%

Oferta de Quartos para arrendar subiu 71%

A oferta de quartos para arrendar em casa partilhada subiu 71% nos √ļltimos doze meses, segundo um estudo publicado pelo idealista, o marketplace imobili√°rio de Portugal.

Analisando a oferta de quartos por cidades, verifica-se que o aumento do ‚Äústock‚ÄĚ foi bastante acentuado no √ļltimo ano, sendo na sua maioria superior aos 50%. Foi em Lisboa (146%) onde mais se verificou essa subida, seguida pelo Porto (107%), Leiria (96%), Aveiro (67%), Coimbra (50%), Faro (29%) e Braga (10%). Das cidades analisadas, nenhuma apresentou descida da oferta no √ļltimo ano.

Apesar da subida do stock, os preços aumentaram em todas as cidades analisadas.

Foi em Braga onde os pre√ßos mais subiram, sendo 35% mais caros do que h√° um ano. Segue-se Set√ļbal (27%), Faro (27%), Coimbra (23%), Lisboa (20%), Aveiro (18%), Leiria (17%) e Porto (14%).

Lisboa continua a ser a cidade com os quartos mais caros em Portugal, onde os pre√ßos rondam em m√©dia os 506 euros mensais, seguida pelo Porto (400 euros por m√™s), Set√ļbal (380 euros por m√™s), Faro (380 euros por m√™s), Aveiro (355 euros por m√™s) e Braga (350 euros por m√™s). Por outro lado, das cidades analisadas, as mais econ√≥micas para arrendar quarto s√£o Coimbra (270 euros por m√™s), Leiria (270 euros por m√™s) e Santar√©m (290 euros por m√™s).

O perfil de quem partilha casa

Pessoas com 40 anos, que vivem no centro de grandes cidades e n√£o fumam (apesar de tolerantes com quem fuma), marcam o perfil de quem partilha casa em Portugal.

A idade m√©dia dos habitantes de uma casa partilhada varia em fun√ß√£o da zona geogr√°fica, sendo Santar√©m √© a cidade com a m√©dia mais alta, rondando os 42 anos. Segue-se Set√ļbal, com uma m√©dia de idades de 40 anos e Braga onde a m√©dia √© de 39 anos. No Porto, a m√©dia √© de 35 anos, seguido por Lisboa (32 anos), Leiria (30 anos), Coimbra (29 anos), Faro (27 anos) e Aveiro (26 anos).

Arrendar quarto não é só para estudantes

Os dados publicados neste relatório revelam que o arrendamento de quartos não é uma opção habitacional apenas para estudantes, convertendo-se também na opção eleita por jovens nos seus primeiros anos no mercado de trabalho e em alguns casos até mais tarde. A atual realidade do mercado de arrendamento português nas grandes cidades faz com que seja complexo para muitas pessoas solteiras ou separadas suportar o custo de uma casa, tornado o arrendamento de um quarto a opção mais vantajosa. Por outro lado, partilhar casa continua a ser um estímulo para muitos jovens com vontade de serem independentes e de sairem da casa dos pais, uma tendência que deverá aumentar nos próximos anos.

O idealista tornou-se numa refer√™ncia para todos aqueles que procuram partilhar casa, tanto pela facilidade de utiliza√ß√£o como qualidade da informa√ß√£o. A op√ß√£o disponibilizada pelo idealista de procurar um companheiro de casa para iniciar com ele o processo de pesquisa de um alojamento, tem um grande sucesso entre os utilizadores portugueses e estrangeiros que se deslocam ao nosso pa√≠s e que pretendem encontram um quarto desde os seus locais de origem. Uma das grandes vantagens s√£o as diferentes op√ß√Ķes lingu√≠sticas dispon√≠veis no idealista: al√©m do portugu√™s est√° acess√≠vel o ingl√™s, alem√£o, franc√™s, russo, espanhol, italiano, sueco, holand√™s, finland√™s, polaco, romeno, dinamarqu√™s, chin√™s e grego.

Metodologia

Para a realiza√ß√£o deste estudo foram considerados apenas as cidades com uma base est√°vel no idealista durante o per√≠odo analisado e com um n√ļmero m√≠nimo de 40 an√ļncios.

Partilhe:

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

*

*

Comment moderation is enabled. Your comment may take some time to appear.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como s√£o processados os dados dos coment√°rios.