Home » Municipios » Palmela honra a mem√≥ria dos Combatentes
Palmela honra a memória dos Combatentes

Palmela honra a memória dos Combatentes

O Munic√≠pio de Palmela e o N√ļcleo de Pinhal Novo da Liga de Combatentes inauguraram, no dia 12 de outubro, o Monumento aos Combatentes do Concelho de Palmela, localizado na Avenida dos Ferrovi√°rios, em Pinhal Novo.

A cerim√≥nia contou com as presen√ßas do Presidente da Liga dos Combatentes, Tenente-General Joaquim Chito Rodrigues, do Presidente da Dire√ß√£o do N√ļcleo de Pinhal Novo, Coronel Carlos Oliveira, do Presidente da C√Ęmara Municipal de Palmela, √Ālvaro Balseiro Amaro, representantes das For√ßas Armadas e das institui√ß√Ķes e movimento associativo do concelho, entre outras/os convidadas/os.

Neste ato simb√≥lico, que honra a mem√≥ria dos Combatentes do concelho, o Presidente da C√Ęmara Municipal recordou o empenho do Munic√≠pio na concretiza√ß√£o deste ¬ędesejo, h√° muito acarinhado pelo N√ļcleo de Pinhal Novo¬Ľ e sublinhou a visibilidade e destaque do monumento, ¬ęjunto ao principal eixo de circula√ß√£o do maior n√ļcleo urbano deste concelho, numa zona de forte expans√£o¬Ľ, uma ¬ęmerecida homenagem aos homens e mulheres que, em diferentes √©pocas da nossa Hist√≥ria e em m√ļltiplos cen√°rios de guerra e conflito, t√™m representado o nosso pa√≠s, procurando proteger e auxiliar as pessoas mais vulner√°veis e repor a Paz¬Ľ.

√Ālvaro Balseiro Amaro recordou, ainda, o trabalho desenvolvido pelo Munic√≠pio relativo ao ¬ęconhecimento e estudo sobre a nossa Hist√≥ria, fundamentais para a constru√ß√£o do futuro¬Ľ e prestou tributo a quem lutou ontem e hoje.

¬ęSomos e seremos sempre pela Paz e, por isso mesmo, a nossa profunda gratid√£o aos homens e mulheres combatentes que levam o nome de Portugal ao peito em m√ļltiplas miss√Ķes pelo mundo, de cariz humanit√°rio, vigil√Ęncia, prote√ß√£o e socorro, em defesa dos direitos humanos e dos valores da Solidariedade e da Paz¬Ľ.

Para o Presidente da Liga dos Combatentes, Joaquim Chito Rodrigues ¬ęeste monumento n√£o √© um ato isolado no nosso Portugal. Junta-se ao sentimento profundo do povo portugu√™s¬Ľ e sublinhou, na ocasi√£o, a ¬ęsimplicidade, verticalidade e a base sustentat√≥ria¬Ľ do monumento, com um significado profundo. Joaquim Chito Rodrigues recordou, tamb√©m, a miss√£o da institui√ß√£o, a celebrar o centen√°rio de exist√™ncia, a par dos 126 n√ļcleos, no pa√≠s e no estrangeiro.

Na sua interven√ß√£o, o Presidente da Dire√ß√£o do N√ļcleo de Pinhal Novo, Carlos Oliveira, sublinhou a ¬ęmensagem intemporal e inspiradora¬Ľ do monumento, agradeceu √† C√Ęmara de Palmela o apoio para a concretiza√ß√£o do projeto e recordou iniciativas de solidariedade social, levadas a cabo pela institui√ß√£o, sedeada no Monte Francisquinho, na Vila de Pinhal Novo e a celebrar o 12.¬ļ anivers√°rio.

O projeto do Monumento aos Combatentes do Concelho de Palmela √© da autoria do Arq.¬ļ Eduardo Varandas (Administra√ß√£o Central da Liga dos Combatentes) e foi executado pela Tecnor√©m, Engenharia e Constru√ß√Ķes, S.A.

Partilhe:

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

*

*

Comment moderation is enabled. Your comment may take some time to appear.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como s√£o processados os dados dos coment√°rios.