Philips lança máscara para Apneia do Sono e VMNI

Philips lança máscara para Apneia do Sono e VMNI

A Philips Respironics, linha de negócio da Royal Philips lançou a ‘Amara View’, uma nova máscara para pacientes de Apneia do Sono, de contato mínimo, que não cobre o nariz, evitando marcas vermelhas e irritação na pirâmide nasal, um problema comum nos pacientes de Apneia do Sono (CPAP) e Ventilação mecânica não invasiva (VMNI).

Em termos de eficácia, a Amara View ofrece maior rapidez na administração da terapia proporcionando a mesma estabilidade que qualquer máscara facial existente no mercado.

‘Amara View’ é a máscara mais pequena, ligeira e ergonómica que existe no mercado oronasal, desenhada como solução para os problemas mais comuns dos pacientes de CPAP e VMNI.

Ao cubrir uma menor parte do rosto do paciente, reduz o volume e a armação diante dos olhos, permitindo o uso de óculos para leitura, ver televisão, usar o computador ou tablet antes de dormir.

Além de cómoda, a máscara ajusta-se perfeitamente à fisionomia do paciente e, devido aos seus clips de encaixe rápido, é de fácil colocação. O aparelho conta com uma estrutura modular adaptável a qualquer dimensão de almofada, bem como um confortável e macio arnês que ofrece maior segurança e estabilidade ao paciente, inibindo qualquer fuga de ar.

“Trata-se de uma nova geração de máscaras, desenhadas para proprcionar maior conforto ao paciente e facilitar a administração do tratamento “ afirma Mark D’Angelo, líder da linha de negócio de Sono da Philips. “ Amara View permite aos centros médicos e hospitalares oferecer aos actuais e novos pacientes uma solução que elimina os efeitos adversos deste tipo de tratamento. Além disso, a sua estrutura modular adaptável simplifica a gestão de inventários aos fornecedores de serviços saúde.”

Partilhe:



Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Comment moderation is enabled. Your comment may take some time to appear.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

O site 'ipressJournal' utiliza cookies para melhorar a experiência de navegação do visitante. LER MAIS

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close