Home » Sa√ļde » Preven√ß√£o do COVID-19 em doentes imunossuprimidos
revenção do COVID-19 em doentes imunossuprimidos
revenção do COVID-19 em doentes imunossuprimidos

Prevenção do COVID-19 em doentes imunossuprimidos

O N√ļcleo de Estudos de Doen√ßas Auto-imunes (NEDAI) da Sociedade Portuguesa de Medicina Interna (SPMI) est√° a divulgar v√°rias recomenda√ß√Ķes para prevenir a infe√ß√£o por COVID-19 nos doentes com imunossupress√£o, por doen√ßas autoimunes sist√©micas.

Nas v√°rias recomenda√ß√Ķes, pode ler-se:

  • Deve ser considerado que a maioria dos doentes tem condi√ß√Ķes de sa√ļde que n√£o permitem a suspens√£o de f√°rmacos imunossupressores: o risco de agravamento da doen√ßa de base ou perda de efic√°cia dos f√°rmacos √© na maioria das vezes superior ao risco de contrair a infe√ß√£o e de ter complica√ß√Ķes da mesma.
  • A manuten√ß√£o ou redu√ß√£o da medica√ß√£o imunossupressora deve ser ponderada caso a caso, de acordo com a gravidade da doen√ßa de base e probabilidade de complica√ß√Ķes graves da infe√ß√£o por COVID-19 (nomeadamente comorbilidades associadas). A decis√£o deve ser tomada pelo internista assistente em conson√Ęncia com o doente e deve ser tida em linha de conta a semivida dos f√°rmacos utilizados.

Nos doentes com doen√ßas autoimunes sob imunossupress√£o cr√≥nica com exposi√ß√Ķes de risco (ex. profissionais de sa√ļde, atendimento a p√ļblico, trabalho em aglomerados comerciais, professores), o cont√°gio com complica√ß√Ķes graves pela infe√ß√£o por COVID-19, √† falta de melhor conhecimento cient√≠fico, deve ser considerado elevado, pelo que tamb√©m se recomenda:

  • Comunica√ß√£o imediata da sua situa√ß√£o de risco profissional √† autoridade de sa√ļde local competente. Esta deve analisar o risco epidemiol√≥gico global de todo o agregado familiar.

Devem ser estabelecidas medidas de diminuição de risco de contágio para todo o agregado familiar, que poderão contemplar: alocação laboral de menor risco, trabalho no domicílio com utilização de novas tecnologias ou, se de todo impossível, sugerir o isolamento social profilático.

A manuten√ß√£o de consultas presenciais hospitalares de controlo e rotina de doentes est√°veis, devem ser avaliadas pelo m√©dico assistente. As consultas hospitalares urgentes devem ser mantidas. √Č muito importante que as Consultas de Doen√ßas Autoimunes se desenvolvam atrav√©s de formas de contacto virtual com os m√©dicos assistentes respons√°veis.

‚ÄúEstas recomenda√ß√Ķes n√£o incluem todas as situa√ß√Ķes poss√≠veis, e n√£o devem sobrepor-se a novas indica√ß√Ķes que a Tutela venha a emitir. Os doentes devem cumprir rigorosamente as medidas da Tutela para controlo da dissemina√ß√£o comunit√°ria‚ÄĚ, afirma Ant√≥nio Marinho, coordenador do NEDAI.

Partilhe:

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

*

*

Comment moderation is enabled. Your comment may take some time to appear.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como s√£o processados os dados dos coment√°rios.