Home | Economia | Imobiliário | Relatório da IMOVIRTUAL revela o preço médio dos Imóveis
Relatório da IMOVIRTUAL revela o preço médio ds Imóveis
Relatório da IMOVIRTUAL revela o preço médio ds Imóveis

Relatório da IMOVIRTUAL revela o preço médio dos Imóveis

O recente Relatório da Imovirtual, revela que o preço médio anunciado dos imóveis em Portugal, aumentou 9%. Este documento interessa a quem procura uma atualização das novidades no mercado imobiliário português, verificada nos últimos anos.

Dirigido a quem considera investir neste mercado imobiliário em constante crescimento, a informação divulgada no relatório da Imovirtual, dá uma ideia geral dos valores e dos dados estatísticos que permitam uma decisão calculada, sobre onde e quando deve investir o seu dinheiro.

Comparando o segundo semestre de 2018 com o segundo semestre de 2019, o preço médio anunciado da venda de apartamentos e casas aumentou 9%, e o número de apartamentos e casas anunciados para venda na Imovirtual aumentou 11%.

Este número variou de distrito para distrito, tendo o distrito de Aveiro revelado o maior crescimento, com um aumento de 14%, uma vez que a média subiu de 179 490 € para 203 920 €. Já Setúbal ficou em segundo lugar, com um crescimento no preço médio das casas e apartamentos de 13% (ocupando igualmente a quinta posição no preço médio mais elevado de propriedades), seguido do Porto com um aumento de 10%.

Lisboa, que lidera na classificação das principais cidades mais caras para a compra de uma casa ou apartamento, tem um preço médio de € 520 065. Faro ocupa a segunda posição, com um preço médio de 429 573 €, mas também tem sido a cidade que tem relevado menor crescimento no preço médio anunciado, de apenas + 3%. A Madeira foi outra das localizações na qual o crescimento no valor dos imóveis foi relativamente baixo, com um aumento de +5%.

Os cincos principais distritos com o valor médio mais baixo são: Castelo Branco, Santarém, Beja, Guarda e Portalegre (sendo que os últimos três revelaram, na verdade, um decréscimo nos valores de 4%, 3% e 1%, respetivamente). Castelo Branco e Santarém foram os menos afetados, com crescimentos baixos, mas pelo menos positivos, de 8% e 4%, respetivamente.

No que diz respeito ao segmento de aluguer de apartamentos e casas, a comparação entre o segundo semestre de 2018 e o segundo semestre de 2019 revelou um decréscimo de 9% no preço médio de aluguer anunciado para casas e apartamentos. O número de anúncios de aluguer de casas e apartamentos aumentou 73%.

Fonte: Imovirtual

Partilhe:

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

*

*

Comment moderation is enabled. Your comment may take some time to appear.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.