Home | Economia | Investimentos | Repsol constrói a primeira unidade de biocombustíveis
Repsol constrói a primeira unidade de biocombustíveis

Repsol constrói a primeira unidade de biocombustíveis

A Repsol vai construir, na sua refinaria de Cartagena, a primeira unidade de biocombustíveis avançados de baixa emissão em Espanha, com capacidade para produzir 250.000 toneladas por ano de hidrobiodiesel, biojet, bionafta e biopropano.

A unidade, que deve entrar em funcionamento em 2023, produzirá, a partir de matéria-prima reciclada, biocombustíveis avançados que podem ser usados ​​em aviões, camiões ou carros, o que permitirá reduzir 900 mil toneladas de CO2 por ano.

Esta instalação pioneira envolverá um investimento de 188 milhões de euros e estará equipada com tecnologia de ponta e as soluções mais eficientes.

A Repsol, em linha com o seu compromisso de ser uma empresa de zero emissões líquidas até 2050, reforça, com este investimento, o seu papel de player relevante na transição energética e fornecedor-chave de biocombustíveis para os transportes, assente na economia circular.

“Com esta iniciativa, estamos a impulsionar, de forma decisiva, uma nova rota tecnológica que será fundamental no nosso caminho para a neutralidade carbónica e que se junta aos projectos já implementados em eficiência energética, produção de electricidade com baixas emissões, hidrogénio renovável, economia circular, combustíveis sintéticos e captura, uso e armazenamento de CO2, entre outros ”, afirmou o CEO da Repsol, Josu Jon Imaz.

Partilhe:

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

*

*

Comment moderation is enabled. Your comment may take some time to appear.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.