Roubaram as torneiras da nova sede dos serviços secretos Alemães

1214

O roubo das torneiras da nova sede dos serviços secretos alemães (BND) em Berlim, está não só a colocar em causa a segurança do edifício, mas também a criar problemas ao rigoroso orçamento do departamento de planeamento e construção federal e a ser motivo de chacota um pouco por toda a parte, com a imprensa internacional a comentar o assunto.

O misterioso desaparecimento das torneiras entre os 4º e 6º andares do edifício supostamente mais seguro de Berlim, provocou graves inundações que passaram para os andares a~de baixo, causando prejuízos na ordem dos milhões de euros nos multiplos sistemas e equipamentos elétricos e eletrónicos instalados, sem que tenha havido até ao momento, uma explicação para o desaparecimento das ditas, apesar da sofisticação dos sistemas e serviços de segurança e vigilância, a funcionar no edifício.

A nova sede da BND em Berlim que foi planeada para acomodar cerca de 3000 funcionários, está a ser construída desde 2006 e deveria ficar concluida neste ano de 2015, mas sofre mais um importante atraso, com o roubo das torneiras.

O jornal Bild, caricaturava o incidente, o jornal Der Tagesspiegel de Berlim perguntava se foi um incidente ou um ataque e o ‘Berliner Zeitung’ interrogava-se na edição de ontem, sobre o número de torneiras desaparecidas e como e que elas voaram de um edifício, repleto de câmaras, sistemas e guardas de segurança.

A dúvida persiste e navega entre um acidente e um ataque deliberado de sabotagem, sabendo-se já que a policia alemã está a realizar uma investigação em todas as direções, não excluindo nenhum palpite, fustigada pelas críticas à segurança no local, que são cada vez mais ásperas e agressivas.

Partilhe:



Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*

Comment moderation is enabled. Your comment may take some time to appear.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

O site 'ipressJournal' utiliza cookies para melhorar a experiência de navegação do visitante. LER MAIS

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close