Home » Sociedade » Segurança » Simulacro de socorro balnear em Carcavelos
Simulacro de socorro balnear em Carcavelos

Simulacro de socorro balnear em Carcavelos

O simulacro de uma operação de socorro, que se realizou esta quinta-feira na Praia de Carcavelos, teve como objetivo sensibilizar as pessoas que frequentam as praias durante a época balnear e também mostrar as mais-valias do projeto SEAWATCH – parceria lançada em 2011 entre o Instituto de Socorro a Náufragos (ISN) e a Volkswagen Veículos Comerciais, marca integrada na SIVA|PHS – que tem como objetivo principal reforçar a segurança balnear nos espaços não vigiados.

Esta iniciativa permite reforçar a vigilância nos cerca de 350 quilómetros de areal onde não existem nadadores-salvadores em permanência, tem contado com resultados excecionais, posicionando Portugal no ranking mundial como um dos países com a menor taxa de mortalidade por afogamento resultante da prática balnear. Além de garantirem uma presença em toda a costa do Continente, os Volkswagen Amarok também estão presentes na Região Autónoma da Madeira (Funchal) e na Região Autónoma dos Açores (São Miguel e Terceira). Pela primeira vez haverá uma viatura atribuída às águas interiores, passando o projeto a marcar presença também nas zonas do interior de Portugal Continental. Em 2022, o projeto SEAWATCH possibilitou o salvamento de 53 veraneantes, efetuando 279 assistências de primeiros socorros e 19 buscas com sucesso de crianças perdidas.

Neste que é o maior contingente de sempre – 30 Volkswagen Amarok, 1 Volkswagen Multivan e 1 Volkswagen ID.BUZZ – as viaturas que vão estar a circular pelas praias estão equipadas com meios de salvamento e preparadas para socorrer os banhistas que precisem de auxílio com: 2 bóias torpedo, 2 cintos de salvamento, Prancha de salvamento, Plano rígido completo, Mala de primeiros socorros, Kit de oxigenoterapia, Desfibrilhador automático externo e Kit de desatolamento.

Os militares da Marinha que irão operar as viaturas estão aptos para os desafios mais difíceis que lhes sejam colocados, para que a época balnear decorra, mais uma vez, de forma segura. Para isso, estes militares são submetidos a um período de formação através da qual ficam habilitados com o curso de nadador-salvador e de operador de viaturas todo-o-terreno, sendo-lhes ainda ministrada formação específica sobre a operação das viaturas em si mesmas e do seu papel fundamental no SEAWATCH. Adicionalmente, os militares são ainda certificados para a operação do Desfibrilhador Automático Externo que equipa as viaturas.

“Nunca é demais recordar os perigos associados à época balnear com este tipo de ações, mas que servem também para mostrar as valências do projeto SEAWATCH e como tanto os Volkswagen Amarok, como os militares que os operam, estão preparados para este tipo de acontecimentos. Esta iniciativa tem vindo a crescer de ano para ano e é sinal da confiança depositada no trabalho efetuado pela Volkswagen Veículos Comerciais e pela SIVA|PHS em contribuir para uma época balnear mais segura”, afirma Ricardo Vieira, Diretor-Geral da Volkswagen Veículos Comerciais.

De recordar que o projeto SEAWATCH conta ainda com o apoio da bp Portugal, Volkswagen Financial Services e Ageas Seguros.

A edição do projeto SEAWATCH deste ano começou a 1 de junho, com as viaturas e os seus operadores ativos para garantirem o reforço da segurança nas praias nacionais até ao dia 31 de outubro.

Mensagens de segurança balnear

As pessoas têm de adotar comportamentos cuidadosos, que lhes permitam desfrutar das suas férias e dos seus momentos de lazer com tranquilidade e segurança, assumindo a sua quota parte de responsabilidade social.
As pessoas devem assumir as seguintes recomendações:

РVigiar permanentemente as crian̤as;
– Frequentar as praias permanentemente vigiadas;
– Utilizar calçado adequado nos acessos à praia e na utilização de apoios balneares;
РRespeitar a sinaliza̤̣o das praias;
– Manter-se hidratado(a);
РTomar refei̵̤es ligeiras;
– Respeitar os períodos de digestão e evitar entrar na água de forma repentina;
– Evitar exposição solar nas horas de maior intensidade do sol (11h – 16h);
– Utilizar protetor solar adequado;
– Não se colocar debaixo de arribas instáveis;
РRespeitar a sinaliza̤̣o das bandeiras;
РRespeitar as indica̵̤es dos nadadores-salvadores, dos agentes da autoridade e dos elementos que refor̤am a vigil̢ncia nas praias;

Agueiros:

Os agueiros são canais de correntes marítimas causados pelo retorno da água ao mar, normalmente caracterizados por ser a única zona sem ondulação. É importante saber como atuar, caso seja apanhado num agueiro.

Nessas situações, os banhistas devem manter a calma, tentar flutuar e não nadar contra a corrente, uma vez que os agueiros irão puxá-los para longe da costa e não para baixo de água. Assim, é importante nadar paralelamente à costa ou a favor das ondas, até sair da corrente. Se vir alguém em dificuldades num agueiro, não entre na água. Chame o nadador-salvador ou ligue o 112.

Vídeo divulgado em 6 de junho de 2023 pela Autoridade Maritima Nacional com informação sobre os agueiros: youtube.com/watch?v=zaPx-SCQUY

Partilhe:

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

*

*

Comment moderation is enabled. Your comment may take some time to appear.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.