Home » M√°quinas & Motores » Novidades » Substitui√ß√£o do condutor humano pela IA no futuro
Substituição do condutor humano pela IA no futuro

Substituição do condutor humano pela IA no futuro

Os consumidores portugueses (35,6%) acreditam que a inteligência artificial substituirá no futuro, os condutores humanos, mas quando se trata de veículos autónomos, 26,7% têm uma opinião muito negativa, enquanto apenas 4,4% expressam uma opinião muito positiva.

S√£o dados do estudo realizado pela Escolha do Consumidor, que revelou as prefer√™ncias e tend√™ncias dos consumidores no setor autom√≥vel e a crescente preocupa√ß√£o com a sustentabilidade. As conclus√Ķes a partir de uma base de dados diversificada, refletem as opini√Ķes abrangendo diversas faixas et√°rias e √°reas geogr√°ficas de Portugal.

Os consumidores consideram que em 2043 a utilização do carro mediante o pagamento mensal fixo, durante um período pré-estabelecido será comum (22,5%) assim como algoritmos e inteligência artificial que escolherão o modelo de automóvel mais adequado para cada cliente (18,8%). Além disso, espera-se que a venda de carros seja feita online (16,3%) e inclua experiências virtuais, como showrooms online e realidade aumentada (13,75%). A personalização de carros (11,3%) também é vista como uma tendência.

Daqui a 20 anos, os consumidores acreditam que os veículos elétricos ou movidos a energia renovável (43,4%) serão predominantes, assim como a condução autónoma (16,8%). Relativamente à composição dos automóveis, os inquiridos creem que os carros serão mais leves e compactos (10,8%) e que as estradas inteligentes irão no futuro conectar-se com os veículos (10,8%).

Neste estudo, os consumidores destacaram a sustentabilidade como a principal vantagem dos ve√≠culos el√©tricos (32,1%), seguida da poupan√ßa a longo prazo (29,6%) e os baixos custos de manuten√ß√£o (17,3%). Para ve√≠culos a gasolina/gas√≥leo, uma ampla rede de abastecimento (28,7%) e tempos de “recarga” mais r√°pidos (26,4%) foram apontados como vantagens significativas. Os inquiridos refor√ßam ainda que as marcas automobil√≠sticas deveriam focar-se na sustentabilidade (32,7%) e na seguran√ßa (31,9%) dos seus produtos.

Em relação à propriedade de veículos, 77,8% dos inquiridos afirmam possuir um carro próprio. Entre estes entrevistados, 51,4% têm veículos a diesel, enquanto 42,9% têm veículos a gasolina. Destes apenas 5,7% possuem veículos elétricos. Além disso, 65,7% dos proprietários de carros pretendem trocar os seus veículos no futuro, com 43,5% a optar por veículos elétricos, 30,4% por automóveis híbridos e 26% por carros a gasolina ou diesel.

Já dos consumidores que não possuem veículos, 80% têm planos de adquirir um carro num futuro próximo, com preferências, 37,5% para veículos elétricos, 25% para veículos a gasolina e outros 25% para automóveis a diesel. Apenas 12,5% pensam em adquirir um carro híbrido.

Quando se trata da alternativa mais adequada, 42,2% dos inquiridos não têm a certeza, 31,1% consideram veículos elétricos a melhor escolha, enquanto 26,7% discordam. Dos que não consideram carros elétricos a melhor opção, 53,6% acreditam que veículos movidos a hidrogénio são a melhor alternativa, seguidos por veículos híbridos (23,1%) e automóveis compartilhados (15,4%).

Partilhe:

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

*

*

Comment moderation is enabled. Your comment may take some time to appear.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como s√£o processados os dados dos coment√°rios.