Home » Desporto » Surf & BodyBoard » SURF: Ordonhas é vice-campeão mundial júnior
SURF: Ordonhas é vice-campeão mundial júnior

SURF: Ordonhas é vice-campeão mundial júnior

O surfista português Francisco Ordonhas sagrou-se na sexta feira, VICE-campeão do Mundo sub-18 no Mundial de Juniores de surf ISA que decorreu no Rio de Janeiro. A seleção nacional chega hoje ao aeroporto de Lisboa (17H35) no voo 1194 da Air France.

Francisco Ordonhas, de 18 anos, conquistou a medalha de prata no Mundial de Surf de Juniores ISA liderando em termos de resultados a Seleção Nacional, que alcançou o sexto lugar da classificação geral. Marca que iguala a classificação portuguesa no Mundial de Juniores ISA de 2015.

O surfista disputou três baterias, começando por vencer a sua bateria dos quartos de final e perdendo nesse mesmo heat a companhia do colega Francisco Mittermayer, que chegou a alimentar a esperança nacional de passar também às meias. Depois, nas meias-finais, repetiu o fado de passar à final e ver um colega, no caso, João Mendonça ceder na mesma bateria, e concluiu a jornada na final, apenas batido pelo brasileiro Ryan Kainalo.

Entretanto, em sub-16, Jaime Veselko perdeu nos quartos enquanto Matias Canhoto, um dos destaques do escalão, caiu nas meias-finais.

Em sub-16 feminino, Teresa Pereira não conseguiu ultrapassar os quartos de final, mas concluiu um campeonato de grande qualidade em que começou mal, indo logo para as repescagens, mas subindo a pulso na competição.

Ainda a recuperar da final, Francisco Ordonhas confessou: “Não estava à espera disto, apesar de saber que tinha potencial alcançar um bom resultado. Era um sonho que perseguia e estou um pouco sem palavras, ainda a processar o que fiz. Este foi o meu último ISA de juniores e agora tenho de apontar para, o mais cedo possível, ir ao ISA Open e fazer igual.”

Partilhe:

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

*

*

Comment moderation is enabled. Your comment may take some time to appear.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.