TAP com Lucros, um aumento de 42% pelo 5º ano

794

Com um lucro de 34 milhões de euros em 2013, que corresponde a uma melhoria de 42 por cento face a 2012, a TAP, S. A. alcança resultados positivos pelo quinto ano consecutivo.

Em 2013, a dívida líquida da TAP foi reduzida de 791 milhões de euros para 585 milhões, passando de 32 por cento do total das receitas para 24 por cento. A dívida total, que atingiu em 2008 o seu valor mais elevado com 1.270 milhões continuou a descer, atingindo no final d ano passado 842 milhões de euros, ou seja menos 428 milhões de euros.

A obtenção de um resultado líquido positivo, pelo quinto ano consecutivo, beneficiou do crescimento da companhia, a qual transportou mais 517 mil passageiros, atingindo um recorde de 10.7 milhões de passageiros transportados no ano passado.

Durante o ano de 2013, a TAP manteve a oferta (PK0) aos níveis de 2012, enquanto a procura (PKU) teve uma melhoria de 3,4 por cento, traduzindo, em consequência, uma assinalável melhoria da taxa de ocupação dos aviões, que passou de 76,8 por cento para 79,4 por cento, ou seja, mais 2,6 pontos percentuais.

O total das receitas no exercício de 2013 ascendeu a 2.480 milhões de euros, destacando-se que as receitas de passagens atingiram 2.217 milhões de euros, mais cinco por cento do que os 2.113 registados em 2012.

Os custos de exploração situaram-se em 2.264 milhões de euros, mais 2 por cento do que os 2.226 milhões verificados em 2012.

Os resultados positivos espelham o esforço continuado das vendas da companhia, em especial nos mercados internacionais, e a melhoria de eficiência, obtida através de ganhos de produtividade e da diminuição dos consumos. Merece destaque especial o empenho dos trabalhadores da Companhia.

Com estes resultados, a TAP reforçou o seu contributo para a economia nacional, refletido no domínio das exportações e no crescimento do turismo.

Em 2014, a TAP vai acrescentar seis aeronaves à sua frota, o que lhe permitirá abrir dez novos destinos – Belém, Manaus, Bogotá, Panamá, Nantes, Gotemburgo, Belgrado, Hanôver, Talim e São Petersburgo – e reforçar outros, o que, representando um aumento da oferta de 8 por cento, constitui o maior aumento de sempre num único ano.

Partilhe:



Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*

Comment moderation is enabled. Your comment may take some time to appear.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

O site 'ipressJournal' utiliza cookies para melhorar a experiência de navegação do visitante. LER MAIS

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close