Troca de acusações atrasa o apoio aos lesados de Monchique

Troca de acusações atrasa o apoio aos lesados de Monchique

1368

O incêndio de Monchique, que ocorreu entre 3 e 10 de agosto de 2018, destruiu 74 casas, 30 das quais de primeira habitação, e mais de 27.000 hectares de floresta e de terrenos agrícolas, continua a arder na troca de acusações entre Ministérios e autarquia, sem que na realidade e seis meses depois da tragédia, tenha dado o primeiro passo na recuperação de habitações, ou no apoio a agricultores.

Em nota enviada às redações, o CDS informa que chamou ao Parlamento, os ministros da Agricultura e do Ambiente e o autarca de Monchique, para esclarecer o que está efetivamente a acontecer, uma vez que passados seis meses, havendo 52 habitações elegíveis e tendo sido recebidos, até ao final de janeiro, 17 processos com pedidos de apoio, a recuperação das casas está ainda por iniciar-se.

O Ministro da Agricultura, Florestas e Desenvolvimento Rural acusou o Autarca de ter pedido o adiamento do prazo de apresentação das candidaturas, enquanto o Senhor Presidente da Câmara Municipal de Monchique assegura que o fez por sugestão do próprio Ministro, que o nega.

Face à troca de acusações entre membros do Governo e da Autarquia de Monchique, e por considerar ser de extrema gravidade que seis meses depois do incêndio não esteja ainda construída nenhuma habitação e estejam por resolver os apoios aos agricultores e produtores florestais afetados, o CDS-PP entende que é urgente e imprescindível obter todos os esclarecimentos por parte do Governo e da Autarquia.

O Grupo Parlamentar do CDS-PP requereu a presença urgente no Parlamento, do Ministro da Agricultura, Florestas e Desenvolvimento Rural, do Ministro do Ambiente e da Transição Energética e do Presidente da Câmara Municipal de Monchique na Comissão de Agricultura e Mar, em cujo seio funciona o Grupo de Trabalho – Acompanhamento da Temática da Floresta Portuguesa e dos Incêndios, a fim de poderem prestar todos os esclarecimentos sobre o tema acima referido.

Partilhe:



Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*

Comment moderation is enabled. Your comment may take some time to appear.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

O site 'ipressJournal' utiliza cookies para melhorar a experiência de navegação do visitante. LER MAIS

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close