Home | Atualidade | Europa | Ucrânia: PE debate reforço da ação da União Europeia
Ucrânia: PE debate reforço da ação da UE

Ucrânia: PE debate reforço da ação da União Europeia

O Parlamento Europeu, vai debater na quarta-feira de manhã, “como pode a UE lidar com as consequências sociais e económicas da invasão da Ucrânia e como reforçar a atuação da UE”.

Neste debate com representantes do Conselho e da Comissão Europeia, espera-se que os eurodeputados sublinhem que a guerra e as sanções impostas pela UE contra a Rússia, na sequência da sua invasão da Ucrânia terão inevitavelmente efeitos negativos para a economia da UE.

Os eurodeputados estão dispostos a solicitar à Comissão que apresente propostas para mitigar as consequências económicas e sociais das sanções. Na sessão de 18-19 de maio, será votada uma resolução.

Invasão da Ucrânia

A Rússia iniciou a 24 de fevereiro, uma invasão militar da Ucrânia, agravando a escalada do conflito russo-ucraniano desde 2014. Pouco antes, em 21 de fevereiro, o presidente russo Vladimir Putin reconheceu duas regiões separatistas no leste da Ucrânia como independentes.

A 1 de março, o Parlamento Europeu realizou uma sessão plenária extraordinária em Bruxelas para avaliar o ataque militar da Rússia à Ucrânia. O presidente ucraniano Volodymyr Zelenskyy e o presidente da ucraniana Verkhovna Rada (parlamento) Ruslan Stefanchuk falaram ao vivo de Kiev.

A Presidente do Parlamento Europeu, Roberta Metsola, esteve em Kiev a 1 de Abril para manifestar o apoio da União Europeia ao povo ucraniano e condenar o ataque russo injustificado. Ela viajou a convite do presidente do Parlamento ucraniano Verkhovna Rada, Ruslan Stefanchuk.

Desde o início da invasão, a UE adotou vários pacotes de medidas restritivas ao ataque militar sem precedentes e não provocado da Rússia contra a Ucrânia. As medidas visam enfraquecer a capacidade do Kremlin de financiar a guerra e impor custos econômicos e políticos claros à elite política russa responsável pela invasão.

Numa resolução adotada pelo PE em abril, os eurodeputados pedem medidas punitivas adicionais, incluindo “um embargo total imediato às importações russas de petróleo, carvão, combustível nuclear e gás”.

Partilhe:

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

*

*

Comment moderation is enabled. Your comment may take some time to appear.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.