Vodafone Portugal anuncia crescimento das receitas

Vodafone Portugal anuncia crescimento das receitas

A Vodafone Portugal apresenta um crescimento operacional nos segmentos mais relevantes do mercado, consolidando a tendência de melhoria dos indicadores financeiros, no segundo trimestre do exercício fiscal.

Segundo dados da empresa, o número de Clientes 4G ultrapassa o milhão, o número de clientes fixos atinge os 550 mil (+23%), 2,5 Milhões de casas e empresas são atualmente cobertas com FTTH em todo o País e a Rede de Fibra da Vodafone já excede os 37.000 km.

As Receitas de Serviço atingem 236,9 milhões de euros entre julho e setembro, o que representa um acréscimo de 2,2% (Q1: +0,2%) face ao período homólogo. Este desempenho revela uma aceleração significativa do ritmo de crescimento do principal indicador de negócio, que avança pelo 4º trimestre consecutivo.

Este desempenho é ainda mais expressivo, considerando o efeito da descida das tarifas de terminação móvel da voz, sem a qual as Receitas de Serviço teriam subido, neste trimestre, 2,9% YoY.

A análise do semestre findo em setembro, mostra que os principais indicadores operacionais mantêm a tendência positiva. As receitas de serviço da Vodafone atingem 457,6 milhões de euros, mais 1,2% YoY, enquanto as receitas totais sobem 0,6% YoY, sem os efeitos da interligação.

“A Vodafone Portugal mantém a tendência de crescimento, reflexo de um posicionamento estratégico diferenciador num sector cada vez mais competitivo e convergente. O serviço móvel apresenta uma progressiva recuperação, permitindo à Vodafone manter a sua posição de relevo nesse segmento, e no negócio fixo, em particular na TV por subscrição, a Vodafone tem vindo a reforçar sistematicamente a sua quota de mercado”, afirma Mário Vaz, CEO da Vodafone Portugal.

Partilhe:




Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Comment moderation is enabled. Your comment may take some time to appear.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

O site 'ipressJournal' utiliza cookies para melhorar a experiência de navegação do visitante. LER MAIS

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close