Home » Ambiente & Natureza » Zoomarine devolve tartarugas ao mar em Portim√£o
Zoomarine devolve tartarugas ao mar em Portim√£o

Zoomarine devolve tartarugas ao mar em Portim√£o

O Porto d‚ÄôAbrigo do Zoomarine devolveu ao mar em Portim√£o, esta quinta feira (16), duas tartarugas marinhas, da esp√©cie ‚ÄúCarretta Carretta‚ÄĚ. A devolu√ß√£o ocorreu a cerca de 10 milhas n√°uticas a sul da Barra de Portim√£o, com o apoio da Marinha Portuguesa.

A Vanora foi encontrada arrojada no início de março, em perigo de vida, na Praia Grande, concelho de Sintra. A Ukiyo, recolhida pela RALVT РRede de Arrojamentos de Lisboa e Vale do Tejo, foi encaminhada para o Porto d’Abrigo do Zoomarine, na Guia, Algarve, para reabilitação.

Na chegada ao centro de reabilitação do Zoomarine, estava em estado comatoso, com apenas 242,3 gramas de peso, 11,4 cm de comprimento e uma pequena lesão na carapaça. À data de hoje, contava já com 544,7 gramas de peso, mais do dobro do que quando chegou ao Porto d’Abrigo.

A Ukiyo esteve desde novembro de 2023 em reabilita√ß√£o. Foi encontrada encalhada no lodo, na ribeira da Carrapateira (Bordeira, Aljezur) e entregue num posto da GNR, onde permaneceu em seguran√ßa at√© a equipa do Porto d’Abrigo chegar.
Prostrada, muito magra e com sinais f√≠sicos de desidrata√ß√£o, tinha v√°rias les√Ķes superficiais ao longo dos membros, cabe√ßa e carapa√ßa. √Ä entrada apresentava um peso de 2,24 kg e 24,6 cm de comprimento, tendo evolu√≠do para 4,9 kg e 29,6 cm na devolu√ß√£o ao mar.

Para Antonieta Nunes, enfermeira veterin√°ria respons√°vel do Porto d‚ÄôAbrigo do Zoomarine: ‚Äúa recupera√ß√£o e devolu√ß√£o da Vanora e da Ukiyo ao seu habitat natural √© um marco significativo para o Porto d’Abrigo, que v√™, uma vez mais, cumprida a sua miss√£o de salvar e reabilitar esp√©cies marinhas, proporcionando-lhes uma segunda oportunidade na natureza. A hist√≥ria destas tartarugas √© um testemunho do impacto positivo que podemos ter na conserva√ß√£o e prote√ß√£o do ambiente marinho, desde que, em conjunto, trabalhemos com esse prop√≥sito.‚ÄĚ

A devolução das tartarugas ao mar ocorreu a cerca de 10 milhas náuticas a sul da Barra de Portimão, graças ao apoio da Marinha Portuguesa, que disponibilizou os meios que tinha contemplados para uma ação de patrulhamento marítimo, de modo a que fosse possível proceder à devolução da Vanora e da Ukiyo ao habitat natural em segurança e sem a criação de uma pegada ambiental para tal.

As duas tartarugas integram uma das esp√©cies de tartarugas marinhas mais comuns nas √°guas portuguesas, na lista de esp√©cies protegidas e declaradas como ‚Äúvulner√°vel‚ÄĚ, da IUCN (International Union for Conservation of Nature).

Partilhe:

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

*

*

Comment moderation is enabled. Your comment may take some time to appear.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como s√£o processados os dados dos coment√°rios.