EU SOU MEDITERRÂNEO: Sobre a banalidade do mal

EU SOU MEDITERRÂNEO: Sobre a banalidade do mal

124
EU SOU MEDITERRÂNEO

EU SOU MEDITERRÂNEO

A Companhia Vidas de A a Z vai estrear em Junho a produção ‘EU SOU MEDITERRÂNEO’. Um espectáculo sobre a banalidade do mal, um espectáculo que estará integrado na programação das Festas de Lisboa.

‘EU SOU MEDITERRÂNEO’ vai colocar em confronto o princípio universal dos Direitos Humanos com as sociedades da violência, abordando questões como os atentados aos DH em contexto de conflitos armados, a ameaça do terrorismo, as grandes crises humanitárias, nomeadamente, as tragédias no mediterrâneo e os direitos de cidadania dos refugiados.

Sinopse

Eu não pertenço a nenhuma das gerações revolucionárias. Eu pertenço a uma geração construtiva. (Eça de Queirós)

Nós somos a voz dos ecos sociais e literários da realidade contemporânea. Nós somos canibais e eis a nossa dramaturgia canibalista. Nela jaz a cisão entre um Ocidente civilizado e um Islão bárbaro. Nela jaz a estatística da miséria. Nela jazem as crianças cuja vida é roubada na faixa de Gaza. Nela jaz a Fome, a Guerra, o Sofrimento e o Desespero. Nela jaz a ignorância generalizada em relação ao Islão. Nela jazem as Guerras do Médio Oriente que o Ocidente apoia militarmente e cujas mortes alicerçam a economia mundial. Nela jazem os atentados contra os Direitos Humanos e a chacina em massa de civis. Nela jaz a maior crise migratória e humanitária da Europa. Nela jazem as perseguições pelos jihadistas. Nela jaz o riso, a hipoteca da vida. Uma ficção, um facto e um manifesto artivista. Nós somos um não-lugar, fragmentos de culturas dissonantes. Eu sou o morto. Eu sou mediterrâneo. Um espectáculo sobre a banalidade do mal…

Ficha artística

PRODUÇÃO
Companhia VIDAS DE A a Z

TEXTO*
Sílvia Raposo
Mónica Gomes

ENCENAÇÃO
Mónica Gomes

ASSISTÊNCIA À ENCENAÇÃO
Sílvia Raposo

INTERPRETAÇÃO
Anabela Pires
Filipe Lopes
Margarida Camacho
Mónica Gomes
Sofia Assis

DESENHO DE LUZ
Mónica Gomes e Sílvia Raposo

CRIAÇÃO E SELECÇÃO DE FIGURINOS
Helena Raposo

COREOGRAFIA
Margarida Camacho

CENOGRAFIA
Mónica Gomes e Helena Raposo

EQUIPA TÉCNICA
Sílvia Raposo

PARCEIROS:
Associação de Defesa dos Direitos Humanos
Associação Gulliver
Associação Amizade Portugal Sahara Ocidental
Associação Solidariedade Imigrante
Turismo de Lisboa
Festas de Lisboa

​AGENDA DE APRESENTAÇÕES​

ESTREIA
2 a 12 de JUNHO (2016)

Qui. a Sáb. às 21h30 | Dom. 17h00
Teatro Turim
Estr. de Benfica 723
2715-311 Benfica

​​2 e 3 de SETEMBRO (2016)

Sex. e Sáb. às 21h30
Casa de Cultura Jaime Lobo e Silva (Ericeira)
Rua Mendes Leal
2655-305 Ericeira

12 a 15 de SETEMBRO (2016)

Seg. a Qui. às 21h30
Boutique da Cultura (Carnide)
Largo das Pimenteiras 6
1600-576 Lisboa

16 a 18 de SETEMBRO (2016)

Sex. e Sáb. às 21h30 | Dom. às 17h00
Auditório Carlos Paredes (Benfica)
Avenida Gomes Pereira, nº17
1549-019 Lisboa

Partilhe:



Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*


CAPTCHA Image

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

O site 'ipressJournal' utiliza cookies para melhorar a experiência de navegação do visitante. LER MAIS

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close