Home » Economia » Neg√≥cios » Primeira escritura p√ļblica em criptoativos na Europa
Primeira escritura p√ļblica em criptoativos na Europa

Primeira escritura p√ļblica em criptoativos na Europa

A Zome, mediadora imobili√°ria 100% nacional, montou em conjunto com a sociedade de advogados ‘Antas da Cunha ECIJA’ e outros parceiros do Crypto Valey, na Su√≠√ßa, a primeira opera√ß√£o de venda em criptoativos, sem necessidade de convers√£o para euros antes do ato da escritura.

A primeira transferência de um ativo digital para um ativo físico Рuma casa Рsem qualquer conversão para euros, na Europa, foi concretizado com um apartamento T3, em Braga.

‚ÄúA liga√ß√£o do digital ao f√≠sico tang√≠vel √© um marco incr√≠vel, e o primeiro passo da liga√ß√£o do f√≠sico ao digital em √°reas t√£o opostas como uma casa e uma pe√ßa de software. Estamos empenhados em continuar a apostar na tecnologia e posicionar-nos na linha da frente no mundo web 3.0, para acompanhar a tend√™ncias do setor e, acima de tudo, conseguirmos oferecer o melhor servi√ßo aos nossos clientes. Sabemos que o futuro da media√ß√£o passar√° pelos criptoativos, por isso acreditamos que esta transa√ß√£o dar√° in√≠cio a todo um novo mundo de poss√≠veis neg√≥cios‚ÄĚ, destaca Carlos Santos, Chief Technology Officer da Zome.

O processo contou com a assessoria jurídica da Antas da Cunha ECIJA, que ficou a cargo da construção da operação, do enquadramento fiscal, e da conformidade do negócio no que diz respeito às regras preventivas de branqueamento de capitais e financiamento do terrorismo. O processo integrou todos os passos necessários, desde a identificação dos intervenientes, ao processo de compliance e à rastreabilidade da origem dos criptoativos, de modo a assegurar a legitimidade dos bens digitais antes da transação imobiliária.

‚ÄúN√£o acreditamos em bons advogados, sem bons clientes. Hoje, a Zome permitiu-nos ter a certeza de que podemos ser ainda melhores, e ir al√©m do que imagin√°mos. Este tipo de neg√≥cios ter√° um incremento exponencial e Portugal est√° a dar sinais muito promissores em termos de economia digital, por isso consideramos que esta opera√ß√£o pode ser uma grande oportunidade de crescimento e de cria√ß√£o de valor‚ÄĚ, acrescenta Nuno da Silva Vieira, advogado e s√≥cio respons√°vel pela √°rea de pr√°tica de Legal Intelligence da Antas da Cunha ECIJA.

O formato em que a escritura p√ļblica decorreu, teve por base o rec√©m-aprovado C√≥digo Notarial, liderado pelo Baston√°rio dos Not√°rios em Portugal, Dr. Jorge Silva, que realizou esta primeira escritura p√ļblica em Portugal e em rigor, na Europa.

Partilhe:

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

*

*

Comment moderation is enabled. Your comment may take some time to appear.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como s√£o processados os dados dos coment√°rios.