Luís Menezes Leitão formalizou a candidatura à OA

Luís Menezes Leitão formalizou a candidatura à OA

1050

Luís Menezes Leitão formalizou esta tarde a sua candidatura à liderança da Ordem dos Advogados, entregando na sede daquela instituição em Lisboa, a documentação de candidatura a bastonário para o triénio 2020-22.

Acompanhado por dezenas de colegas advogados, Luís Menezes Leitão entregou as necessárias assinaturas legais e demais documentos processuais, constituindo-se assim candidato oficial nas eleições agendadas para novembro.

Simultaneamente, formalizaram-se as candidaturas de membros ao Conselho Geral, do Conselho Superior, liderado por Paula Lourenço, do Conselho Regional do Porto, liderado por João Carapeto, ao Conselho Regional de Coimbra, liderado por José Trincão Marques e ao Conselho Regional da Madeira, liderado por Paula Margarido.

Ainda na mesma ocasião entregarem as respectivas assinaturas legais os candidatos a membros do Conselho de Deontologia de Lisboa, presidido por Paulo da Silva Almeida, e do Conselho de Deontologia do Porto, Paula Alexandra Ferreira.

Na próxima segunda-feira, dia 30, está marcada a entrega das assinaturas da candidatura a membros do Conselho Regional de Lisboa, presidido por Luís Silva.

Os cerca de 32 mil advogados portugueses vão ser chamados a eleições no próximo mês de Novembro (27, 28 e 29) para escolher o Bastonário e os órgãos nacionais e regionais. Pela primeira vez, o acto eleitoral realiza-se com recurso ao voto electrónico.

Foto: Da esquerda para a direita: Candidatos

Luís Silva (CRLisboa), João Carapeto (CRPorto), Paula Ferreira (Deontologia CRPorto), Luís Menezes Leitão (Bastonário), Paula Lourenço (Conselho Superior), José Trincão Marques (CRCoimbra), Miguel Matias (Conselho Fiscal) e Paula da Silva Almeida ( Deontologia CRLisboa)

Partilhe:



Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*

Comment moderation is enabled. Your comment may take some time to appear.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

O site 'ipressJournal' utiliza cookies para melhorar a experiência de navegação do visitante. LER MAIS

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close