Home | Sítios & Viagens | Aniversário da linha do Metro Restauradores / Baixa-Chiado
Aniversário da linha do Metro Restauradores / Baixa-Chiado
Aniversário da linha do Metro Restauradores / Baixa-Chiado

Aniversário da linha do Metro Restauradores / Baixa-Chiado

O Metropolitano de Lisboa assinalou na terça-feira (8), o 19.º Aniversário da entrada em exploração do troço Restauradores / Baixa-Chiado, que veio possibilitar a correspondência entre as linhas Azul e Verde, o que representou, à data, um salto qualitativo da mobilidade em Lisboa e um reforço da intermodalidade de diferentes operadores de transportes coletivos de passageiros.

Com a abertura da linha Vermelha entre a Alameda e Oriente, os prolongamentos da linha Verde do Rossio ao Cais do Sodré e da linha Azul dos Restauradores à agora dupla estação Baixa/Chiado, o Metropolitano de Lisboa passou, nesse ano de 1998, a funcionar com quatro linhas independentes e interligadas, realizando as conexões essenciais com a rede ferroviária (suburbana e regional) e com as ligações fluviais para a Margem Sul.

Ontem tambem se assinalou, o 19.º aniversário da abertura ao público da “fase B” (Linha Azul) da Estação Baixa-Chiado, depois da abertura, em abril de 1998, da “fase A” (Linha Verde), integrando a ligação Campo Grande – Cais do Sodré.

Seja pelo local onde foi edificada, com acesso direto a teatros, museus, escolas, livrarias e outros locais de interesse cultural da cidade de Lisboa, seja pelo próprio histórico das estações do Metropolitano de Lisboa, desde a sua inauguração em 1959, com arquitetura de Keil do Amaral e intervenção estética de Maria Keil, a estação Baixa – Chiado, destacou-se pela sua associação à cultura e criatividade.

O projeto do arquiteto Siza Viera e a intervenção plástica de Ângelo de Sousa, apesar das restrições e simplicidade de meios a utilizar, respeitou a intenção manifestada por Siza Vieira, de deixar livres as zonas de embarque, aplicando a sua pintura abstrata, com signos de inspiração islâmica, apenas nos dois acessos à rua.

Partilhe:

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

*

*

O site 'ipressJournal' utiliza cookies para melhorar a experiência de navegação do visitante. LER MAIS

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close