As Viagens de negócios devem atingir os 1.25 triliões de dólares

284

As viagens de negócios devem atingir valores na ordem dos 1.25 triliões de dólares em todo o mundo, segundo um estudo da Travelport, a plataforma de comércio de viagens.

A pesquisa analisou o paralelismo entre o crescimento económico dos diferentes países e o facto de determinados setores terem impacto direto no segmento empresarial da indústria das viagens e turismo.

Em 2014, a economia global cresceu de forma consistente, as despesas em viagens de negócios acompanharam este ritmo, com um crescimento de 6,5 por cento em relação a 2013, atingindo 1.18 triliões de dólares.

As expectativas para 2015 são de um incremento também na ordem dos 6,5%, fazendo com que as despesas em viagens do setor de negócios atinjam os 1.25 triliões de dólares. Contudo, tendo em conta o abrandamento da economia na China e a volatilidade dos mercados, as previsões apontam para que o crescimento reduza para 5,8 por cento em 2019.

Segundo o relatorio, mais de dois terços das despesas em viagens de negócios são efetuadas nos Estados Unidos da América, China e Europa Ocidental. Em 2014, a região que mais recursos despendeu neste nicho de viagens foi a Ásia – Pacífico com 39%. Dois terços da atividade tem origem na China, apesar do abrandamento económico naquele país e do Japão. A Índia começa também a registar um crescimento sustentado, sendo expectável que cresça 9,8% este ano e 11,5% em média nos próximos cinco anos.

A segunda região com mais despesas em viagens empresariais é a América do Norte (26%), com os Estados Unidos da América a registarem 88% das despesas em voos domésticos, apontando para um crescimento de 4,9% em 2015. A seguir vem a Europa Ocidental (23%), com especial enfoque para a Alemanha, Reino Unido, França, Itália, Espanha e Holanda, mercados que contabilizaram juntos 204 mil milhões de dólares em viagens empresariais em 2014. As restantes percentagens são divididas pela América Latina, Europa de Leste, Médio Oriente e África.

Partilhe:



Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*


CAPTCHA Image

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

O site 'ipressJournal' utiliza cookies para melhorar a experiência de navegação do visitante. LER MAIS

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close