Enceramento do Serviço de Neonatologia em Faro

Enceramento do Serviço de Neonatologia em Faro

359

Perante a perspetiva de um próximo encerramento, do Serviço de Neonatologia do Hospital de Faro, João Rebelo, deputado do CDS-PP e candidato às Legislativas em outubro pelo distrito de Faro, dirigiu a pergunta à Ministra da Saúde.

Na pergunta o Deputado quer saber se é verdade que o Serviço de Medicina Intensiva Pediátrica e Neonatal do Centro Hospitalar Universitário do Algarve (CHUA) poderá fechar já em setembro, se é verdade que, dos 12 médicos pediatras do quadro, o serviço irá ficar apenas com três, e se é verdade que, no passado mês de julho, os médicos deste serviço enviaram uma carta ao Conselho de Administração (CA) do CHUA na qual terão explicado as dificuldades que o serviço atravessa e onde, alegadamente, terão caracterizado a situação deste serviço como “dramática”, pois os médicos estariam a trabalhar “num estado de exaustão, transgredindo os limites de segurança e boas práticas clínicas”.

João Rebelo questiona depois se o CA do CHUA deu, em algum momento, conhecimento à Ministra desta carta e dos problemas descritos pelos médicos, e que medidas já foram tomadas para assegurar que o Serviço de Medicina Intensiva Pediátrica e Neonatal do Centro Hospitalar Universitário do Algarve não terá de encerrar.

O deputado do CDS-PP quer também saber se, conforme denunciou a Ordem dos Médicos, estão as transferências de grávidas e recém-nascidos em causa durante o período noturno, com quantos recursos humanos, e quando, pretende a Ministra dotar este Serviço para assegurar o seu pleno funcionamento e, finalmente, se a Ministra está em condições de assegurar que a população algarvia pode continuar a contar com este Serviço de Medicina Intensiva Pediátrica e Neonatal e que, em circunstância alguma, está em causa o atendimento e a prestação de cuidados de saúde atempados e de qualidade.

De acordo com notícias vindas a público, o Serviço de Medicina Intensiva Pediátrica e Neonatal do Centro Hospitalar Universitário do Algarve (CHUA) poderá fechar já em setembro, uma vez que, dos 12 médicos pediatras do quadro, o serviço irá ficar apenas com três inviabilizando, assim, o seu funcionamento.

Partilhe:



Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*


CAPTCHA Image

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

O site 'ipressJournal' utiliza cookies para melhorar a experiência de navegação do visitante. LER MAIS

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close