Estufa do Jardim Botânico da Universidade de Coimbra

Estufa do Jardim Botânico da Universidade de Coimbra

432

Concluidas as obras de requalificação da Estufa Grande do Jardim Botânico da Universidade de Coimbra (JBUC), esta vai ser inaugurada na próxima terça-feira, dia 20 de março, às 16h15m, numa cerimónia que conta com a presença do reitor, João Gabriel Silva.

Os trabalhos de requalificação tiveram início em 2013, a partir de um projeto do arquiteto João Mendes Ribeiro, que procurou preservar as caraterísticas de um dos primeiros exemplos da arquitetura do ferro em Portugal, adequando este espaço às novas tecnologias e necessidades atuais do Jardim Botânico para a preservação da coleção botânica que irá albergar e ao desenvolvimento da investigação científica.

O projeto de requalificação foi reconhecido com vários prémios no último ano, sendo de destacar o Prémio Nacional de Reabilitação Urbana, na categoria de Melhor Intervenção com Impacto Social.

A coleção de plantas da Estufa foi também renovada, estando neste momento em crescimento e expansão, compreendendo plantas das florestas tropicais de chuva, espécies aquáticas, incluindo o nenúfar-gigante, e plantas tropicais de importância para as sociedades humanas.

O diretor do JBUC, António Gouveia, destaca «a recuperação deste edifício icónico e único em Portugal que, mantendo a sua traça histórica, foi adaptado para potenciar a missão do Jardim Botânico na divulgação do mundo fascinante das plantas e da importância da sua conservação.»

Este projeto de grande importância para a preservação do património da Universidade de Coimbra, e que contou com o financiamento do programa QREN/Mais Centro, incluiu ainda a requalificação da plataforma da Estufa, a construção de um edifício de apoio à divulgação da ciência e instalações sanitárias e o melhoramento da eficiência energética das infraestruturas. No total, foram investidos mais de dois milhões de euros.

A construção da Estufa Grande que teve inicio em 1859, é um dos mais antigos edifícios da arquitetura do ferro em Portugal. A conjugação perfeita entre o ferro e o vidro conferem a este espaço uma beleza invulgar.

Partilhe:



Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*


CAPTCHA Image

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

O site 'ipressJournal' utiliza cookies para melhorar a experiência de navegação do visitante. LER MAIS

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close