Incêndio consumiu parte do Convento de São Paulo em Elvas

Incêndio consumiu parte do Convento de São Paulo em Elvas

492

Um incêndio de origem desconhecida, que deflagrou ao final da tarde de sexta-feira (5), consumiu parte do Convento de São Paulo em Elvas, apenas dois dias depois de ter sido assinado um protocolo entre os Ministérios tutelares e a Câmara Municipal, no âmbito do programa “Valorização do Património”.

Nuno Mocinha, presidente da Câmara Municipal de Elvas, que acompanhou o desenvolvimento do incêndio ao minuto, não queria acreditar no que estava a acontecer: “O Concelho de Elvas e os Elvenses não mereciam…”

“É triste ver o nosso Convento de São Paulo a arder. Há dois dias foi anunciado um hotel, hoje arde parte do edifício” refere o autarca sobre o edifício que integra o Programa de Valorização do Património.

O Convento de São Paulo foi o primeiro de 30 imóveis do Estado a ser concessionado a privados no âmbito do Programa de Valorização do Património, que visa a requalificação de 30 imóveis do Estado, através de investimentos privados e foi recentemente visitado pelo ministro da Economia, Manuel Caldeira Cabral.

O incêndio que deflagrou no interior do Convento de São Paulo, afecta a área das instalações do antigo Tribunal Militar. As causas ainda não foram apuradas.

Partilhe:



Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*


CAPTCHA Image

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

O site 'ipressJournal' utiliza cookies para melhorar a experiência de navegação do visitante. LER MAIS

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close