Universidade de Coimbra é "cinco estrelas" QS Stars

Universidade de Coimbra é “cinco estrelas” QS Stars

20

A Universidade de Coimbra (UC) acaba de obter a classificação máxima, 5 estrelas, no QS Stars, iniciativa da QS Intelligence Unit, responsável pelo conhecido QS World University Ranking, entre outros.

Após uma primeira participação em 2013 com a classificação global de “4 estrelas”, a Universidade de Coimbra alcança agora as “5 estrelas” no global e nas principais dimensões em análise: investigação, inovação, internacionalização, ensino, empregabilidade, instalações e inclusão.

A UC passa, assim, a ser primeira universidade portuguesa a integrar o grupo restrito das universidades mundiais, que detêm esta classificação da QS Stars, tendo superado com distinção a rigorosa auditoria externa a que foi sujeita.

Segundo o vice-reitor para a investigação e inovação da UC, Amílcar Falcão, estes resultados «demonstram que conseguimos uma melhoria significativa em múltiplas áreas nos últimos quatro anos, o que só foi possível com o empenho de toda a academia».

A promoção de um ensino e investigação de excelência, a aposta na internacionalização, o desenvolvimento das instalações desportivas, a promoção da ação social e o estabelecimento de parcerias sólidas com a indústria, entre outros, são fatores que muito contribuíram para a classificação agora obtida.

O QS Stars, um sistema de classificação das instituições de ensino superior (IES) complementar aos rankings universitários mais tradicionais, tem como objetivo avaliar as instituições nas suas grandes áreas de atuação, desde o ensino à investigação, passando pela terceira missão. Os resultados traduzem-se na atribuição de pontos que correspondem a estrelas. Para cada uma das áreas e para o global, as IES podem obter de 1 a 5 estrelas.

Partilhe:



Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*


CAPTCHA Image

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

O site 'ipressJournal' utiliza cookies para melhorar a experiência de navegação do visitante. LER MAIS

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close