16ª Edição do FOLKFARO na capital do Algarve

16ª Edição do FOLKFARO na capital do Algarve

1471

A Cidade de Faro volta a ser palco do FOLKFARO, um dos maiores festivais de folclore no Sul do País. O Passeio da Doca, anima nas noites de 18 e 26 de Agosto, em simultâneo com a Feira dos Doces, Frutos Secos e Bebidas Regionais.

“Viva a Música! Viva a Dança!” é o mote deste ano para o FOLKFARO, uma montra das músicas e danças do mundo, com diferentes ritmos e coloridos vindos dos quatro cantos do planeta, nos espetáculos proporcionados pelos grupos convidados, vindos expressamente para esta 16ª edição do Festival.

O FolkFaro é organizado anualmente peloo Grupo Folclórico de Faro, que conta com o apoio principal do Município farense. Estarão representadas as músicas, danças, cantares e trajes de povos de diferentes continentes. Mais de trezentos participantes, entre bailadores e músicos, que irão mostrar a riqueza das tradições populares das suas terras de origem.

Na noite de 18 de Agosto, sábado (21.30h) a Gala de Abertura no Teatro das Figuras, marcará o arranque de nove intensos dias, repletos de espetáculos e inúmeras atividades, naquele que é um dos acontecimentos mais aguardados no verão cultural da cidade de Faro.

A Gala conta com a participação do grupo anfitrião, e dos diversos grupos internacionais convidados, podendo os bilhetes ser adquiridos na bilheteira do Teatro ou na BOL – Bilheteira online.

Os grupos participantes foram selecionados entre mais de uma centena de propostas recebidas pela organização, estando confirmadas as presenças de:

• BASQUIRIA – Ensemble Aytugan (Ufa)
• CHINA – Beijing Dance Academy (Pequim)
• CROÁCIA – Ensemble Zagreb-Markovac (Zagreb)
• EGITO – Pyramids Folk Group (Cairo)
• PERÚ – Ritmos Del Tiempo (Surco-Lima)
• RÚSSIA – Folklore Group Varenka (Saratov)

Para além destes grupos internacionais a tempo inteiro, haverá participações pontuais de mais 3 grupos internacionais: Panamá Canta y Baila (PANAMÁ), Group Rioni (GEÓRGIA) e Ballet Jammu (SENEGAL).

Como habitualmente, também as tradições portuguesas estarão representadas por prestigiados grupos folclóricos de diversas regiões de Portugal:

• Grupo de Danças e Cantares dos Pioneiros de Vendas Novas
• Grupo Académico de Danças Ribatejanas
• Grupo de Danças e Cantares Besclore (Minho)
• Rancho Folclórico da Figueira (Portimão)
• Rancho Folclórico de S. B. Messines
• Grupo Folclórico de Faro (organizador) – Adulto, Infantil e Cancioneiro.

Os espetáculos diários no Palco do Passeio da Doca, acontecerão nas noites de 19 e 26 de Agosto, em simultâneo com a Feira dos Doces, Frutos Secos e Bebidas Regionais.

Em cada uma dessas noites, atuarão sucessivamente os diversos grupos estrangeiros, e também haverá lugar a outras expressões artísticas com algumas participações especiais: Clube de Danças João de Deus e Associação S. Brás Bailando, Afonso Dias e Amigos com “Andanças & Cantorias”, e Sandra Cristo (Hino do FolkFaro – “Unidos Por Um Laço”.

O FOLKFARO é o único festival do sul de Portugal com a certificação internacional do CIOFF-Conselho Internacional das Organizações de Festivais de Folclore e Artes Tradicionais, uma organização não-governamental (ONG) com relações formais de consulta com a UNESCO, criada em 1970 com o objetivo de salvaguardar a promoção e difusão da cultura tradicional e do folclore. Está atualmente representado em mais de 70 países e reúne mais de 250 festivais internacionais em todo o mundo.

Programa Descentralizado:

O FolkFaro apresenta ainda diversos espetáculos nas freguesias de Faro e nos concelhos de Loulé, Olhão, S. Brás de Alportel, Albufeira, Tavira e Vidigueira, num total de 15 localidades. Diversos grupos do FolkFaro participarão nos festivais de Moncarapacho e da Luz de Tavira, em parceria com os grupos folclóricos locais.

As Animações de Rua, na baixa e no Mercado Municipal, assim como os desfiles dos grupos da Pontinha ao Passeio da Doca, e as animações musicais na “Tertúlia Algarvia” irão trazer um ambiente de alegria e a festa à cidade.

Os Programas Especiais para crianças na Biblioteca e no Refúgio Aboim Ascensão, os programas para idosos em diversas instituições e um programa especial para os reclusos no Estabelecimento Prisional reforçam a componente social do festival.

Os Ateliers de Dança na Escola EB 2,3 Santo António irão permitir, aos mais curiosos, aprender e praticar um pouco das danças do mundo através dos grupos que nos visitam.

A Celebração Ecuménica na Igreja da Sé, no último dia, com uma mensagem de paz e união entre os povos, constitui também motivo de interesse deste festival.

O Voluntariado e a inserção do festival na comunidade são aspetos fundamentais do FolkFaro. Os voluntários asseguraram o bom funcionamento de diferentes áreas do festival: Comissão Organizadora, Alojamento, Cozinha e Refeitório, Transportes, Folk-Bar, Folk-Shop, Portaria, Secretariado, Apoio de Palco ou ainda acompanhando os Grupos como Guias.

Para além do apoio principal da Câmara Municipal de Faro, outras entidades públicas como a Direção de Cultura do Algarve, a Fundação Inatel, as Câmaras Municipais de Loulé e S. Brás, as Juntas de freguesia do concelho de Faro, Teatro Municipal de Faro, Ayuntamento de Villablanca, Fagar e Mercado Municipal apoiam ou colaboram com a organização do evento.

Partilhe:



Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*

Comment moderation is enabled. Your comment may take some time to appear.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

O site 'ipressJournal' utiliza cookies para melhorar a experiência de navegação do visitante. LER MAIS

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close